Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

19 de outubro de 2020

CEO da Unipar participa do Seminário Brasil-Japão

 | Jornal Acontece
Mauricio Russomanno vai participar de painel sobre as oportunidades de contribuição para as metas do Marco do Saneamento, em evento com especialistas, autoridades e entidades que vão avaliar a experiência japonesa e o que pode ser replicado no País

São Paulo, 19 de outubro de 2020 – A Unipar, líder na produção de cloro, soda e PVC na América do Sul, vai participar do 2020 Seminário Online Brasil-Japão – Marco Regulatório do Saneamento. A empresa é Patrocinadora Gold do evento que acontece em formato digital nos dias 21 e 22 de outubro e vai reunir especialistas, autoridades, entidades e empresas, para debater o modelo de infraestrutura construído pelo Japão e o que poderá ser replicado com sucesso no Brasil.

O CEO da Unipar, Mauricio Russomanno, vai participar de um painel sobre as oportunidades para a indústria nacional frente a infraestrutura de saneamento brasileira. As empresas devem contribuir para a construção e modernização das redes de fornecimento de água limpa, além de coleta e tratamento de esgoto, previstas nas metas definidas pelo marco do saneamento, aprovado este ano.

Segundo o executivo, a Unipar está preparada para participar deste processo. “Nós somos líderes na produção de cloro, soda e PVC, os três principais insumos para a expansão da infraestrutura de saneamento”, afirma. Russomanno indica que o PVC será aplicado nas redes de tubulações, inclusive de grandes diâmetros, enquanto o cloro e seus derivados serão destinados ao tratamento de água e esgoto. “Nós poderemos contribuir para o aumento da qualidade de vida e inclusão das pessoas”.

Além de um papel protagonista no processo, a indústria química também já dimensiona o impacto positivo na demanda pelos insumos necessários para o cumprimento das metas definidas pelo marco do saneamento. Com a universalização do fornecimento de água e coleta de esgotos até 2033 e investimentos totais estimados entre R$ 500 e R$ 700 bilhões, serão necessárias, por exemplo, cerca de 700 mil toneladas adicionais de cloro nos próximos dez anos, um volume 40% superior à produção registrada em 2019, de 1,57 milhão de toneladas do produto.

Serviço

2020 Seminário Online Brasil-Japão – Marco Regulatório do Saneamento
Quando: 21 e 22 de outubro
Informações: Site oficial do Evento
Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

19 de outubro de 2020

Praia Grande inicia 1ª fase do Plano de Retomada das Aulas Presenciais

Leia mais

19 de outubro de 2020

Vereadores conhecem projeto do túnel imerso para ligação seca entre Santos e Guarujá

Leia mais

19 de outubro de 2020

Arte no Dique abre inscrições gratuitas para oficinas formativas de 2021

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC