Praia do Tombo hasteia Bandeira Azul pelo oitavo ano seguido

Na última terça (21), pelo oitavo ano consecutivo, a Bandeira Azul foi hasteada na Praia do Tombo, em Guarujá, que é a única do Estado a receber a certificação socioambiental, o título mais importante de certificação que uma praia pode conquistar no mundo.

O prefeito Válter Suman esteve na cerimônia de hasteamento e enalteceu o cuidado especial para que o título pudesse ser mantido. “Quem ama cuida. O Tombo, assim como todas as nossas praias merece esse carinho, pois estamos insistindo nesse cuidado com a Cidade. Muito orgulho ter no Guarujá uma das cinco praias de todo o País que é Bandeira Azul. Carregamos um grande potencial, mostrando para o Brasil todo o cuidado que estamos tendo”, comemorou.

A cerimônia contou, também, com a presença da coordenadora nacional do programa Bandeira Azul, Leana Bernardi, que destacou a oitava certificação consecutiva da praia. “O Tombo é um exemplo de como deve ser feita a gestão em uma praia. Quando viajamos pelo Brasil, sempre apresentamos o local como um modelo”.

A conquista foi selada no dia 28 de setembro, em reunião realizada em Copenhaguen, na Dinamarca, onde o Júri Internacional do Programa Bandeira Azul avaliou os candidatos a receberem a certificação internacional. Para a conquista, foi preciso que a praia atendesse a 33 critérios, que são subdivididos em educação e informação ambiental; qualidade da água; gestão ambiental e segurança; além de serviços.

O Secretário de Meio Ambiente, Sidnei Aranha, agradeceu o empenho de todos os munícipes e colaboradores que contribuíram para que o selo fosse renovado. “Agradeço o empenho das empresas que colaboraram no projeto, as diretorias que compõem a Secretaria de Meio Ambiente e aos munícipes que colaboraram, cada um da sua forma, para que a bandeira fosse hasteada pelo oitavo ano consecutivo”.

O programa é uma iniciativa da Foundation for Environmental Education – Fundação para Educação Ambiental (FEE) e tem como objetivo a conscientização dos cidadãos e dos seus governantes para a necessidade de proteger o ambiente marinho e costeiro, além de incentivar a realização de ações que conduzam à resolução dos conflitos.

Ler Jornal

Publicidade

Emprego

Serviços


Praias Estradas