Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

17 de agosto de 2020

São Paulo sofre com queda de arrecadação de ICMS

 | Jornal Acontece

O secretário da Fazenda de São Paulo, Henrique Meirelles, participou de audiência pública na comissão mista da reforma tributária e defendeu a simplificação do sistema de arrecadação de impostos

Os estados brasileiros perderam, em média, 18% da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no segundo trimestre de 2020, na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são do Comitê Nacional de Secretários de Fazenda (Comsefaz). São Paulo, por exemplo, foi o estado que apresentou a segunda maior queda de arrecadação no recorte, deixando de receber 19% do tributo.

A situação das Unidades da Federação foi debatida, inclusive, na comissão mista da reforma tributária instalada no Congresso Nacional. Nesta semana, o colegiado recebeu o presidente do Comsefaz, Rafael Fonteles. Ele acredita que estabelecer as mudanças necessárias é uma tarefa difícil, mas ressalta que as discussões não podem deixar de considerar a relevância que o ICMS representa para os estados.

“Nos concentramos na tributação sobre o consumo, que é a principal expertise dos estados, dado que o ICMS é o principal tributo sobre consumo do País, de maior arrecadação, de maior importância, e ele é de competência dos estados”, ressalta Fonteles. “Não achamos que seja possível melhorar, de fato, o sistema tributário se não se envolverem todos os tributos sobre consumo de uma só vez.”

Fonte: Brasil 61

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

17 de agosto de 2020

Gratidão: Maria das Graças, de 70 anos é a 1ª pessoa a ser vacinada em Cubatão

Leia mais

17 de agosto de 2020

INSCRIÇÕES ON-LINE PARA O PASSE LIVRE NO PRÓXIMO DIA 25

Leia mais

17 de agosto de 2020

GUARUJÁ RECEBE 4,6 MIL DOSES DA VACINA CONTRA A COVID-19

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC