Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

22 de dezembro de 2021

Diesel continuará caro em 2022 e a solução é saber economizar o consumo

 | Jornal Acontece

São Paulo 22/12/2021 –

Desde o início do ano, a Petrobras reajustou o preço do diesel 12 vezes nas refinarias, sendo que apenas três destes movimentos foram de reduções. O maior aumento percentual, de 15,20% aconteceu em 18 de fevereiro e o segundo maior, de 9,20%, em 26 de outubro. Por coincidência o último. No acumulado do ano a alta chega a 64,70%. Nas bombas, o preço médio praticado em todo o Brasil é de R$ 5,619, segundo levantamento do Índice de Preços Ticket Log (IPTL) referente à primeira quinzena de dezembro. O governo federal disse que anunciará redução de valores ainda para o fim deste ano e início de 2022. Mesmo assim, o preço deve continuar pesando no bolso dos caminhoneiros e no caixa das empresas de transportes no ano que vem.

O reajuste do diesel é um problema que afeta toda a economia porque mais de 50% da carga é transportada por rodovias. É um dos fatores que contribuem para aumentar a inflação impactando no poder de compra e na rentabilidade das empresas. Por essa razão, economizar combustível nunca foi tão importante quanto agora. Mas como gastar menos? Fazer a manutenção periódica do caminhão é uma forma de evitar alto consumo do motor, mas não a única. Para economizar, além da manutenção é preciso saber conduzir o veículo, explica Hovani Argeri, diretor geral de Operação da Via Trucks, concessionária DAF com unidades em Contagem (MG), Guarulhos (SP) e São Bernardo do Campo (SP).

“O motorista é o operador do veículo e deve guiá-lo dentro das normas de condução definidas pelo transportador e de acordo com as normas de condução econômica definidas pela montadora para o produto em específico”, disse o executivo.

Abaixo, seguem algumas dicas da Via Trucks para economizar combustível nessa época de diesel muito caro.

– Evitar o excesso de carga: os veículos são fabricados para carregar uma determinada quantidade. Peso acima do indicado pelo fabricante vai exigir mais do motor, que consumirá mais combustível. Além disso, o excesso pode resultar em multas e prejudicar a dirigibilidade do veículo.

– Verificar sempre a calibragem dos pneus: pneu murcho faz o caminhão gastar mais, fato já comprovado por inúmeros testes feitos por montadoras.

– Cuidar da velocidade: a velocidade com que se dirige também contribui para o aumento do consumo de combustível. Estudos apontam que o nível de consumo aumenta em até 1% a cada quilômetro quando o caminhão ultrapassa a velocidade de 88 Km/h. Isso acontece por causa da resistência do ar que vai se tornando maior. Então, vale ficar de olho no velocímetro.

– Observar a qualidade dos postos: infelizmente, há postos que adulteram o combustível. Por esta razão, vale pesquisar e escolher aqueles mais confiáveis. Se a escolha for aleatória, dificilmente será possível identificar qual posto vendeu o combustível ruim. Mas se o motorista tem o hábito de abastecer nos mesmos lugares fica mais fácil descobrir o local que passou a adotar uma prática nociva ao bolso do motorista e ao motor do veículo.

– Planejar a rota: é sempre bom planejar a rota antes de partir para a entrega. Em muitos casos o caminho mais curto parece ser o melhor, mas nem sempre é assim. Ficar parado em congestionamento, trafegar em vias que exigem mudança constante de marchas ou que tenham muitos buracos, definitivamente, não ajuda a economizar. O caminho ideal é aquele com boa pavimentação e mais fluidez.

– Ar-condicionado: controle o uso do ar-condicionado. Ele consome muita energia elétrica, elevando o giro do motor e também o bombeamento de combustível para compensar o gasto de combustível.

– Usar programas de fidelidade: as distribuidoras mais conhecidas costumam ter um programa de fidelidade. Vale a pena se informar e participar desses programas, pois eles oferecem vantagens como descontos ou um sistema de acúmulo de pontos que possibilita a troca por produtos, prestação de serviços ou mesmo por um vale-combustível.

Por fim, é necessário respeitar o manual do fabricante fazendo a manutenção preventiva no tempo certo e usando apenas peças de qualidade, homologadas pelo fabricante.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

22 de dezembro de 2021

Uvebs promove Fórum Regional de Educação: Desafios Durante a Pandemia

Leia mais

22 de dezembro de 2021

Camp reconduz diretoria por mais três anos.

Leia mais

22 de dezembro de 2021

Nutricionista dá dicas para uma alimentação adequada no verão

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.