Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

03 de julho de 2017

Banda Sinfõnica

Banda Sinfônica de Cubatão retorna ao festival de inverno de Campos de Jordão

Apresentação foi neste domingo (2) e lotou a Praça do Capivari

No espaço mais charmoso de Campos do Jordão, no coração da cidade, a Sinfônica de Cubatão ecoou o som de seus metais, madeiras e percussão. Em uma apresentação emocionante, a Banda retornou ao Festival de Inverno de Campos do Jordão e, nesta 48ª edição, participou da tarde de apresentações de bandas importantes no país, como a Banda Sinfônica Jovem e a do Exército. O concerto aconteceu ontem (2) em plena Praça do Capivari.

Para este evento, considerado o maior da América Latina quando o assunto é difusão da música clássica, a Sinfônica levou um repertório de alto nível, sob regência principal do maestro Rodrigo Vitta e dos regentes convidados Ulysses Damacena (regente-assistente) e Roberto Farias – fundador da Banda Sinfônica de Cubatão e hoje coordenador dos Grupos Artísticos da cidade.

A abertura ficou por conta de “Paisagens Brasileiras nº6 – Pantanal”, composição do próprio Vitta. O programa incluiu “Ride”, de Samuel Hazo, “Blue Shades”, de Frank Ticheli e “Olympica”, de Jan Van der Roost. “Tribute to Bach”, de Roberto Farias, foi outra composição em destaque. A música noticia o desaparecimento do grande mestre do barroco Johan Sebastian Bach. Farias é maestro notável e compositor com uma extensa lista de trabalhos publicados para formação sinfônica, principalmente fora do País.

Em “Sinfonia nº1 – O Senhor dos Anéis”, de Johan de Meij, parte da saga descrita no livro de Tolskien foi interpretada pelos músicos da Sinfônica. E em “Clarinet Concert”, de Artie Shaw, que contou com solo do instrumentista Alexandre Blume, que é o Spalla da Banda, levantou a plateia, arrancando muitos aplausos.

“Estamos muito felizes em retornarmos a esse grande Festival. Justamente no ano em que comemoramos 40 anos de oficialização como Banda Musical. Campos do Jordão é apenas o início daquilo que preparamos para o nosso público. No dia 10 de setembro nos apresentaremos na Sala São Paulo, uma das mais importantes do Brasil; e em outubro, no Museu da Casa Brasileira. Será um ano inesquecível, com certeza”, celebra o maestro Rodrigo Vitta.

Festival de Inverno de Campos do Jordão – A 48ª edição acontece de 1º a 30 de julho, com mais de 80 concertos em Campos do Jordão e na capital paulista, além de vagas para 205 bolsistas no núcleo pedagógico (Sala São Paulo). A Orquestra do Festival, formada pelos bolsistas, faz quatro concertos, dois regidos por Neil Thomson (Filarmônica de Goiás) e dois por Alexander Liebreich (Orquestra Sinfônica da Rádio Nacional Polonesa), com o barítono Paulo Szot como solista. Na primeira semana do Festival, os 41 bolsistas classificados tocarão em quatro concertos com a Osesp, sob a regência de Marin Alsop, em um programa da Temporada 2017. O conjunto alemão Ensemble Modern é grupo em residência, fazendo três concertos, um deles em homenagem a Walter Smetak, além de ministrar aulas e um Seminário de Composição. Uma programação especial infantil (parceria e realização Tucca/ Fundação Osesp) traz seis concertos do projeto Aprendiz de Maestro, em duas semanas consecutivas, na Sala São Paulo.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

03 de julho de 2017

Conta de luz vai subir 16,4% para moradores da Região

Leia mais

03 de julho de 2017

Alesp aprova proposta que altera normas relacionadas ao funcionalismo público

Leia mais

03 de julho de 2017

Outubro Rosa: leis aprovadas na Alesp garantem prevenção ao câncer de mama

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.