Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

17 de julho de 2018

Causa nobre

 | Jornal Acontece

Viajar e ajudar o próximo: saiba como ser voluntário ao redor do mundo

A CI Intercâmbio e Viagem oferece maneiras de você conhecer o mundo ao mesmo tempo em que realiza ações em prol de uma causa especial

Não é raro encontrar celebridades do cinema, televisão e mesmo do mundo digital envolvidos em trabalhos voluntários. Seja com apoio financeiro ou ao visitar destinos que precisam de ajuda, a solidariedade e empatia que eles demostram inspiram muitos a seguir o mesmo caminho e fazer o bem ao próximo e ao meio ambiente, perto ou longe de casa.

Na CI Intercâmbio e Viagem o programa de trabalho voluntário, também chamado de volunturismo, teve um crescimento de 15% em 2017. O programa envolve quatro diferentes tipos de projetos – social, saúde, esportes e ambiental. É possível cuidar de animais, ajudar na conservação do meio ambiente ou desenvolver ações humanitárias em países como África do Sul, Sri Lanka, Tailândia, Índia e outros, e assim seguir o bom exemplo das celebridades.

ciivoluntario003

“Qualquer um pode participar, basta ficar atento ao nível necessário de conhecimento da língua estrangeira para cada caso. Além disso, também é possível fazer um curso de idioma combinado com o programa, para tirar o máximo proveito desta experiência”, explica a gerente de produtos da CI, Fabiana Fernandes.

O volunturismo não traz benefícios só para o próximo, se envolver em ações humanitárias ajuda no desenvolvimento da vida pessoal e profissional do voluntário. Habilidades como empatia, trabalho em equipe, capacidade de resolução de problemas, liderança, raciocínio lógico, proatividade e muitas outras são fortalecidos com essa experiência.

ciivoluntario002

Confira os detalhes de alguns projetos:

Social

Esta modalidade envolve ações humanitárias com crianças, jovens e até mesmo adultos e idosos carentes e acontece em escolas, creches, organizações, entre outros. “Em um dos programas, entre as muitas opções oferecidas pela CI, os voluntários trabalham em centros de educação para monges de 8 a 25 anos na cidade de Chiang Mai, na Tailândia. Lá, eles ensinam inglês, matemática e outros conhecimentos”, afirma.

Esportes

Projeto social localizado em comunidades desprivilegiadas que atua com crianças por meio do esporte. “É um programa que promove atividades relacionadas ao futebol para crianças e jovens de comunidades desprivilegiadas da Cidade do Cabo”, completa Fabiana.

Ambiental

São projetos em santuários e centros de conservação e reabilitação de animais resgatados, que possibilitam o contato com tubarões, macacos, pássaros e muitos outros animais. O trabalho tem sempre o objetivo de preservação da fauna e flora da região. “Uma das opções mais interessantes é poder conviver com grandes felinos, incluindo leões e leopardos, em uma reserva animal próxima de Joanesburgo, onde, entre diversas atividades, o voluntário irá cuidar e reabilitar animais doentes e feridos”, diz.

A gerente de produtos ressalta que a CI não apoia projetos que criem leões e outros animais para a caça. “Achamos importante criar um selo para mostrar para os interessados nos projetos ambientais nossas intenções. A CI não divulga ou promove essas atividades de crueldade animal. Promovemos o convívio no habitat natural deles, que respeitem os animais”, completa Fabiana.

Saúde

O intercambista irá participar da reabilitação de crianças doentes que estão em centros de recuperação e clínicas médicas em locais carentes, promovendo qualidade de vida para toda a comunidade. “É possível ir para a África do Sul para trabalhar em um centro de recuperação para crianças que muitas vezes não recebem visita de seus familiares, ou para a Namíbia para ser voluntário em uma clínica médica de uma vila em que vivem pessoas em situação de extrema pobreza”, explica.

Independente do projeto escolhido, a CI auxilia em todos os processos para que a pessoa chegue ao destino desejado para realizar uma ação humanitária que mais combina com suas aptidões pessoais, e dá o suporte necessário durante todo o período de estadia. “Definitivamente é para sair da zona de conforto com um objetivo nobre e que ultrapassa o aprendizado de um idioma”, finaliza a gerente de produtos da CI Intercâmbio e Viagem.

Sobre a CI

A CI Intercâmbio e Viagem foi criada em 1988, na cidade de São Paulo. Em 29 anos de história, a agência já expandiu para 22 estados brasileiros e 4 países (Austrália, Irlanda, Nova Zelândia e Canadá), com mais de 130 unidades contratadas, sendo hoje a empresa mais reconhecida no segmento. A CI trabalha com experiências internacionais únicas, seja para estudo, trabalho ou turismo. Cursos no Exterior, High School, Intercâmbio Teen, Trabalhar e Estudar e Mochilão são os programas mais procurados, principalmente, entre jovens de 13 a 35 anos. Ao longo da sua história, a empresa foi responsável pelo embarque de mais de meio milhão de clientes para o exterior. Para entregar uma solução completa para o cliente, a CI possui um mundo de experiências com as unidades de negócios que fazem parte do grupo, como a CI Experience Brazil, responsável pelos programas incoming; a Amaze, empresa especializada em viagens para estudantes do Ensino Fundamental e Médio; a Amaze Sports; a CI Universidades; a CI Seguros; e a CI Vistos.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

17 de julho de 2018

Entrevista com Ludmila Halajko Fotógrafa de sucesso

Leia mais

17 de julho de 2018

Joice Hasselmann diz que sofreu atentado enquanto dormia

Leia mais

17 de julho de 2018

Crie uma estratégia de marketing de sucesso no Instagram

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.