Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

27 de junho de 2020

Centrão embaça adiamento das eleições para novembro

 | Jornal Acontece

Pressionado por prefeitos e, com o aval do presidente Bolsonaro, o bloco de partidos do Centrão se articula para barrar o adiamento das eleições municipais, aprovado pelo Senado Federal na última terça-feira.
A Proposta de Emenda à Constituição que muda a data do primeiro turno para 15 de novembro e do segundo para 29 do mesmo mês, é fruto de consenso entre lideranças políticas, autoridades sanitárias e direção do TSE. Pelo atual calendário as eleições acontecem em 4 e 25 de outubro.

OFICIAL E BASTIDORES
A justificativa oficia lé de que não há garantias de que a pandemia será controlada até novembro, para justificar o adiamento. Nos bastidores, sabe-se que prefeitos apadrinhados pelo Centrão querem evitar o adiamento, que
daria mais tempo para a oposição se organizar. O Centrão controla 200 dos 513 votos da Casa e, para que o adiamento seja aprovado, são necessários 308 votos.

MAIORES DO CENTRÃO
Progressistas e Republicanos, já se manifestaram contra o adiamento; também há esta tendência no PL. DEM está dividido e o MDB deixou seus deputados à vontade.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

27 de junho de 2020

Cadastramento de artistas e profissionais da cultura é prorrogado

Leia mais

27 de junho de 2020

Pastor de Santos é nomeado ministro da educação

Leia mais

27 de junho de 2020

Baixada sobe para a fase amarela

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC