Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

13 de julho de 2020

Cestas básicas são doadas para famílias de baixa renda

 | Jornal Acontece

O último dia 26 foi marcado por mais uma ação de solidariedade em Cubatão. Cerca de 2.880 cestas básicas e kits de higiene foram doados à Secretaria Municipal de Assistência Social para auxílio a famílias carentes, atingidas pelos impactos econômicos e sanitários da crise gerada pela disseminação mundial do novo coronavírus.

Realizada pelo Cide, com apoio da Petrobras e Ciesp Cubatão, a ação visa atender ao Projeto Ação Social de Enfrentamento ao Covid-19, idealizado pela Secretaria Municipal e seu Fundo Social.

A ação tem o objetivo de auxiliar na segurança alimentar de pessoas que se encontram em vulnerabilidade social e estão sendo afetadas pelas medidas de isolamento estabelecidas no município.

As cestas doadas pela Petrobras serão distribuídas às mais de sete mil famílias de baixa renda de Cubatão, relacionadas pelo CadÚnico – programa do Governo Federal e administrado pela Prefeitura.

Daniel Violatti, gerente de Manutenção da Petrobras, que no ato da entrega representava a Refinaria Presidente Bernardes, destacou que a empresa tem atuado de maneira proativa, estabelecendo ações efetivas para o combate ao novo coronavírus. “Quanto à prevenção, vale referir nossas ações internas para manter nossos empregados sob máxima condição de segurança operacional possível, o que exigiu intensa mudança de rotina e adaptações ao nosso processo de produção e gestão. Mas o esforço da empresa também alcança a comunidade em demandas muito concretas, que é o caso da doação destas quase três mil cestas básicas. É uma iniciativa de responsabilidade social que visa minimizar os efeitos que a pandemia tem gerado sobre as vidas de todos nós, e, neste caso, buscamos atender diretamente a comunidade de Cubatão, através da parceria feita com a Prefeitura Municipal, Cide e Ciesp Cubatão”.

O prefeito Ademário Oliveira agradeceu a ação e destacou a reação positiva das indústrias no município durante a crise. “Esta doação de quase três mil cestas veio em um momento importantíssimo para a garantia da segurança alimentar daqueles que mais precisam. Uma cesta robusta, que também incluí kits para higienização. Cubatão tem o privilégio de ter um dos maiores polos industriais do País e as empresas locais tem nos ajudado a diminuir os impactos causados pela pandemia”.

“Desde o início, as indústrias têm atuado com prontidão para auxiliar no combate ao novo coronavírus. Além das doações, as ações também estão concentradas em atividade de desinfecção de vias públicas e medidas de prevenção no Polo para assegurar os trabalhadores. Tem sido um trabalho integrado, para que possamos juntos atravessar este cenário atípico que estamos enfrentando”, complementa Ricardo Salgado, diretor executivo do Cide.

Pesquisa nacional para combate ao novo coronavírus

A Petrobras tem uma extensa agenda de enfrentamento e controle da pandemia no País. Entre outras iniciativas, disponibilizou o trabalho de cientistas e os supercomputadores de seu Centro de Pesquisa (Cenpes) para a pesquisa internacional de geração e análise dos dados sobre o comportamento do novo coronavírus.

Atlas e Fênix, como os equipamentos são chamados, estão entre os 500 maiores supercomputadores do mundo e possuem a capacidade de processamento equivalente a cerca de 1,5 milhões de smartphones ou 40 mil laptops de última geração.

Doação de EPIs

Recentemente, o Cide realizou a doação de Mais de 50 mil equipamentos de proteção individual (EPIs) à Secretaria Municipal de Saúde de Cubatão, com a participação das indústrias. Foram oferecidas 24 mil máscaras de proteção respiratória e 30 mil luvas descartáveis para auxílio aos profissionais de saúde que atuam na linha de frente em hospitais e fiscalizações sanitárias na pandemia.

Calamidade Pública

Em março, o Governo do Estado e a Prefeitura de Cubatão decretaram calamidade pública por conta da intensificação da disseminação do vírus no Brasil. Diante deste cenário, os municípios da Baixada Santista, por meio do Condesb – Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana da Baixada Santista, colocaram em prática as principais medidas restritivas para acesso a estabelecimentos de serviços não essenciais.

De acordo com a OMS – Organização Mundial da Saúde, este é o procedimento mais eficaz para o retardamento da propagação do vírus, até que se estabeleça uma vacina para a cura.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

13 de julho de 2020

Tipo de Corpo

Leia mais

13 de julho de 2020

Sobe para 11 prefeitos mortos por Covid-19 no Brasil

Leia mais

13 de julho de 2020

Programa Atuação Responsável é tema de reunião do CCC do Polo

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC