Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

06 de setembro de 2017

Combate à violência

 | Jornal Acontece

Condesb estuda Guarda Civil Metropolitana

Unidade integraria as oito unidades da Baixada, incluindo Cubatão que deve atuar já em 2018

O Condesb (conselho que reúne os prefeitos da Baixada e representantes do Estado) vai promover audiências nas câmaras de vereadores da região para discutir segurança pública, de forma integrada. O objetivo é envolver toda a sociedade e autoridades na busca de uma solução conjunta de enfrentamento à violência que assusta a Baixada.

O secretário municipal de segurança de Santos, Sérgio Del Bel Júnior, propôs a integração das guardas municipais existentes nas oito cidades da região, mais a de Cubatão, que deve ser criada este ano, começando a atuar já em 2018. A proposta de integração entusiasmou os membros do Conselho. Neste contexto, seria criada uma unidade regional, padronizando o modelo de atuação e os agentes não seriam mais impedidos de, eventualmente, fazer uma autuação ou finalizar uma perseguição em outra cidade. A atuação também seria facilitada com a fluidez das informações e colaboração entra as guardas.

Em 2014 o Estatuto geral das Guardas Municipais autorizou o porte de armas de fogo pelos guardas municipais, viabilizando o trabalho mais efetivo das guardas.

Câmeras compartilhadas

Outro ponto considerado imprescindível é o uso compartilhado de câmeras de segurança entre os municípios, que viabilizaria a troca de informações em tempo real. O desafio é superar entraves tecnológicos.

A atuação metropolitana também ajudaria na estrutura de cada unidade municipal, pois também permitiria o compartilhamento de estrutura física e treinamentos.

GCM de Cubatão

Secretário de Segurança dr. Jefferson Cansou está empenhado em viabilizar a criação da GCM que deve atuar já no próximo ano, começando com 100 integrantes. O projeto deve ser encaminhado à Câmara, nos próximos meses, onde deverá ser aprovado com facilidade. Na última semana, integrantes da Secretaria estiveram na sede da Guarda Civil de Praia Grande, para conhecer a rotina da corporação vizinha.

segurancacubatao0101

“A experiência de Praia Grande, será útil para o dimensionamento das equipes, principalmente quanto à relação entre o número de guardas e o de inspetores e atribuições: guarda patrimonial e cooperação com as polícias Militar e Civil, fiscalização de trânsito, fiscalização ambiental e videomonitoramento”, disse o dr Jefferson Cansou, secretário da pasta, que está empenhado pessoalmente em viabilizar a criação da unidade, em Cubatão, única cidade que ainda não tem GCM na Baixada.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

06 de setembro de 2017

Novo coronavírus

Leia mais

06 de setembro de 2017

Combate a Dengue

Leia mais

06 de setembro de 2017

Expediente em Cubatão

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.