Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

06 de setembro de 2018

Em Guarujá

Escola do Legislativo debate sobre ‘Suicídio Juvenil’

Que motivos levam os adolescentes a tirar a própria vida?

Essa é a questão que a Escola do Legislativo de Guarujá (ELG) vai trazer à discussão, no próximo dia 24/9, das 17h00 às 20h30, com as psicólogas Lia Alves e Marcia Atik; a assistente social Márcia Estela, além da psicopedagoga Vanessa Ratton – que também é diretora da ELG.

A iniciativa será realizada no Salão de Eventos da Câmara Municipal (Av. Leomil, 291, 2ºandar), em parceria com o Grupo de Conselheiros Tutelares da Baixada Santista.

Inscrições devem ser feitas pelo e-mail: escoladolegislativo@camaraguaruja.sp.gov.br

Saiba Mais

Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) apontam que tirar a própria vida já é a segunda maior causa de mortes em todo o mundo para pessoas entre 15 e 29 anos.

No Brasil, o índice de suicídios nesta faixa etárias é de 6,9 para cada 100 mil habitantes. Entre os homens, contudo, é bem mais elevado: 10,7. Já entre as mulheres, é de 2,6. No entanto, entre os anos de 2010 e 2012, a OMS observou um aumento de 18% nos índices femininos.

Pesquisas revelam que em pelo menos 90% dos casos de suicídio entre adolescentes há evidências de algum tipo de problema que inclui depressão, ansiedade, violência ou vício em drogas. No entanto, há fatores mais sutis que podem disparar a vontade de tirar a própria vida, como mudanças no ambiente familiar ou escolar, bem como crises de identidade sexual.

Portanto, especialistas recomendam que as pessoas prestem atenção a esses tipos de situação, assim como à questão do bullying e ao sensacionalismo midiático, que podem encorajar imitações. Tristeza, isolamento e irritabilidade podem ser sinais para que os pais, amigos e professores percebam se há algo errado. Os jovens são mais suscetíveis tanto por aspectos biológicos quanto pelos novos desafios impostos nessa fase da vida.

SUICÍDIO EM NÚMEROS

-1,3 milhão de jovens em todo o mundo morrem todos os anos, vítimas de causas evitáveis ou tratáveis.

-1º: Trânsito – principal causa de morte, com 11,6% do total;

-2º: Suicídio – responsável por 7,3% das mortes;

-3º: HIV/AIDS e infecções respiratórias;

-4º: Violência, o Brasil é o 6º colocado do mundo em números de homicídios com vítimas jovens.

Fontes: OMS, CDC, UNICEF/2012

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

06 de setembro de 2018

Novo coronavírus

Leia mais

06 de setembro de 2018

Combate a Dengue

Leia mais

06 de setembro de 2018

Expediente em Cubatão

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.