Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

04 de fevereiro de 2021

Fechar o comércio só piora!

 | Jornal Acontece

Quando se fala em medidas restritivas contra o avanço do Covid, o comércio regular se torna alvo fácil. Claro: é o que dá pra fechar com facilidade e é o ato que dá mais visibilidade para o governo mostrar que está fazendo alguma coisa.

Porém, me parecem claros dois efeitos práticos desta desastrosa decisão: um duro golpe nos negócios, com prejuízo econômico em cadeia e ainda maior propagação do vírus.

O comércio regular tem cnpj, é alvo de fiscalização e penalidades, e está submetido aos  protocolos de higiene, incluindo redução do espaço de atendimento, distanciamento, entre outros. Porém, quando este comercio fecha, todos sabemos o que acontece no dia seguinte: as aglomerações se proliferam na clandestinidade, nos rincões afora, onde a fiscalização não prospera e os protocolos de higiene são ignorados.

Me parece irracional a determinação de fechar os locais em que se tem controle, impulsinando o descontrole onde o Estado sabe que não chega. O vírus, que não entende de política, aproveita para se proliferar ainda mais.

Boi de piranha

Fica o nosso apelo aos governantes para que tenham sobriedade, de enxergar o óbvio. Resolvam suas divergências políticas para lá, e parem de usar o comércio como boi de piranha, pois esta conta é de toda a sociedade e está se tornando impagável, com a quebradeira que se anuncia.

 

Por Cido Barbosa

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

04 de fevereiro de 2021

Sabesp abre inscrições para 495 vagas no programa aprendiz 2021

Leia mais

04 de fevereiro de 2021

Cubatão volta a vacinar neste sábado (24) no Centro Esportivo Pita

Leia mais

04 de fevereiro de 2021

Amigos se unem: querem que a Polly 'continue sorrindo'

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.