Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

28 de janeiro de 2019

Série nacional e terror familiar são os principais lançamentos da semana

 | Jornal Acontece

Por Jay Laurentino

 

“Coisa Mais Linda” da Netflix e “Nós” de Jordan Peele trazem qualidade com enredos inovadores.

Se você está buscando novidades interessantes no audiovisual essa semana, as duas mais notáveis estreias são Coisa Mais Linda, nova produção nacional que já está no catálogo da gigante de streaming; e Nós do diretor estadunidense Jordan Peele, que estreou na última quinta-feira em cinemas de todo o Brasil.

112 Jay

Na produção nacional acompanhamos 4 protagonistas femininas lutando por seu espaço em meio ao Rio de Janeiro no fim dos anos 50. Maria Luiza (Maria Casadevall — Uma das protagonistas em Ilha de Ferro da Rede Globo) tem seu sonho abalado quando é deixada por seu marido em meio à divididas e um filho para criar; Thereza (Mel Lisboa), que vem dar luz à vida de Maria Luiza, recém chegada de Paris. Adélia (Pathy Dejesus), que trabalha no prédio de seu ex-marido; e Lígia (Fernanda Vasconcellos), amiga antiga de Maria que desiste de cantar para seguir com seu casamento.

Cada personagem e seu enredo traz à tona a realidade de muitas mulheres brasileiras em meio a temáticas extremamente atuais apesar da série ser ambientada cerca de 60 anos atrás, e não à toa. A bossa nova é também o ritmo escolhido para o ar vintage dadas pela série que retratam personagens com lutas e posicionamentos bastante contemporâneos, sem deixar a desejar em nenhum quesito, contando com talentos notáveis começando pelo elenco, passando pela belíssima fotografia, direção pontual e todos os atributos que uma boa produção tem que ter, Coisa Mais Linda vem para provar que o Brasil não está para brincadeira em comparação com produções estrangeiras.

112 Jay 2

Do outro lado do hemisfério temos Nós (Us), segundo longa-metragem de Jordan Peele, vencedor do Oscar de 2018 com Corra! (Get Out!) como melhor diretor. O filme de estreia de Peele também ganhou estatuetas de melhor filme, melhor roteiro original, além de melhor ator para Daniel Kaluuya. Esses são atributos que colocam os projetos do diretor nos holofotes e Nós não foge da regra.

O longa mostra a típica ida de uma família à praia, e o que era para ser apenas uma viagem de férias transforma-se em horror quando eles se deparam com suas malignas cópias idênticas. A narrativa percorre o cômico, o inesperado, brinca com os clichês do gênero de terror e entrega uma combinação perfeita de como uma boa produção pode jogar com outros gêneros dentro de um mesmo filme, com direito a final surpreendente e performance impecável de Lupita Nyong’o. Nós já está em cartaz nas maiores redes de cinema do país e vale o ingresso!

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

28 de janeiro de 2019

‘Bacurau’ traz a distopia futurística do agora.

Leia mais

28 de janeiro de 2019

HBO e Netflix: estreias

Leia mais

28 de janeiro de 2019

Dia do Cinema

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.