Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

04 de outubro de 2021

Vila Esperança receberá R$ 23 milhões em obras de infraestrutura

 | Jornal Acontece

A Vila Esperança, núcleo habitacional mais populoso de Cubatão, receberá o investimento de R$ 23 milhões em obras de infraestrutura. Trata-se da segunda fase da urbanização. Os trabalhos, com início imediato, incluem a implantação de redes de abastecimento de água e de coleta de esgoto, drenagem, aterro e pavimentação de vias, além da abertura de ruas e a construção de praças. A informação foi divulgada na manhã desta segunda-feira (4) pelo prefeito Ademário Oliveira em solenidade no Gabinete.

 

“Serão beneficiadas 35 mil pessoas que deixarão a informalidade e passarão a viver na formalidade”, destacou o prefeito. Ao lado dos deputados federal Rosana Vale, e estadual, Caio França, Ademário ressaltou ainda a importância da urbanização da vila para a melhoria do meio ambiente. “Representa um ganho em qualidade de vida para toda a Região Metropolitana da Baixada Santista”, frisou o prefeito, uma vez que o esgoto deverá ser coletado e tratado.

 

Vila São José – Durante o evento também foi divulgado que, por intermédio de emenda parlamentar da deputada Rosana Vale, o Ministério do Desenvolvimento Regional liberou R$ 300 mil, no programa Casa Verde Amarela, para a regularização fundiária da Vila São José (parte antiga). Segundo a secretária municipal de Habitação, Andréa Maria de Castro, cerca de 1.300 famílias serão beneficiadas. “A entrega do título de posse do imóvel, para famílias que viviam na informalidade por 30, 40 anos, emociona. Nesse processo não apenas o imóvel é regularizado, mas também a documentação da família”, enfatizou Andréa.

No mesmo ato, a Prefeitura formalizou ordem de serviço para a Caixa Econômica Federal auditar o processo de licitação para a primeira etapa das obras de urbanização da Vila dos Pescadores, onde haverá o investimento de R$ 38 milhões. A superintendente regional da Caixa Econômica Federal, Dulce Ferreira dos Santos Silvério, esteve presente na cerimônia e destacou a importância dos avanços habitacionais na cidade.

Regularização – Atualmente estão em andamento os seguintes projetos de regularização fundiária em Cubatão: Vila Natal/Caminho 2, com 1.300 unidades; Costa Muniz, 120; Conjunto Habitacional Mário Covas, 720; Imigrantes I e II, 940; Vila Harmonia, 600; Parque dos Sonhos, 1.154; São Judas Tadeu, 496; São Francisco, 32; Cota 200 – Jardim Europa, 86; Cota – Maria Helena, 129; e Pinheiro do Miranda, 1.247.

A Secretaria de Habitação informou ainda que também estão sendo regularizados os imóveis da Vila Esperança, 7.600; Vila dos Pescadores, 4.000; Ilha Caraguatá, 900; Projeto São Pedro, 40; Projeto São José, 115; Projeto São Benedito, 240; e Beira-Rio, 48.

Vale frisar que a Prefeitura utiliza recursos humanos próprios na execução dos processos. Atualmente, o custo estimado da documentação é de R$ 1.500,00 por família. Até o início do próximo ano está prevista a construção de 815 unidades habitacionais na Vila Esperança e de mais 668 na Ilha Caraguatá.

Fotos: Thiego Barbosa
Fonte – Secretaria de Comunicação Social de Cubatão

 

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

04 de outubro de 2021

Munícipes denunciam maus tratos a animais

Leia mais

04 de outubro de 2021

Vila dos Pescadores traz medalhas do mundial

Leia mais

04 de outubro de 2021

Enfermeira da baixada é finalista em Concurso na Suécia

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.