Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

08 de março de 2022

O acesso ao Ensino Superior de pessoas com deficiência é imprescindível

Brasília, DF 8/3/2022 –

Mais de 55 mil estudantes matriculados em cursos de graduação presenciais e a distância em instituições públicas e privadas possuem algum tipo de deficiência.

A educação é um direito de todos e dever do Estado e da família de acordo com a Constituição Brasileira de 1988. Contudo, o acesso à educação para alguns não é algo tão simples quanto poderia ser. Para as pessoas com deficiência, ir até a faculdade ou assistir uma videoaula pode ser um desafio. Segundo o Censo da Educação Superior de 2020, versão mais recente publicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), mais de 55 mil estudantes matriculados em cursos de graduação presenciais e a distância em instituições públicas e privadas possuem algum tipo de deficiência.

Apenas recentemente a importância da diversidade começou a ser debatida. No Brasil 8,4% da população acima de 2 anos possui algum tipo de deficiência, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para que os PcDs possam ocupar mais espaços, se capacitar e ter acesso a direitos que são fundamentais, é interessante que universidades públicas e particulares entendam a importância de um ensino inclusivo. “O primeiro passo é que as instituições de ensino superior estudem e façam uma avaliação profunda de seu estado atual, conseguindo pensar em um projeto de inclusão para o ingresso e a manutenção da PcD na faculdade. A acessibilidade dentro da sala de aula e de todos os espaços dentro de instituições de Ensino Superior é imprescindível. Além do ambiente físico, o conteúdo e a comunicação com esses estudantes também precisam estar adaptadas para cada tipo de deficiência – física, visual, auditiva, cognitiva etc.”, afirma Gregory Rial, Gerente da Câmara de Ensino Superior da ANEC.

O Ministério da Educação lançou, em 2005, o Programa de Acessibilidade na Educação Superior que propõe ações capazes de garantir o acesso pleno de pessoas com deficiência às instituições federais de Ensino Superior. Desde 2016, universidades federais devem reservar vagas a esse público. A cota é disponibilizada proporcionalmente à presença das pessoas com deficiência no censo de cada estado. Em todo o Brasil, isso se traduz em cerca de 8 mil vagas. Com ações como esta, o debate sobre a acessibilidade no Ensino Superior tem ganhado fôlego, porém há muito a ser feito.

Um importante avanço para a educação foi a inserção de ambientes virtuais de estudos e os cursos de Ensino a Distância, que se transformou em uma plataforma capaz de ampliar o acesso aos estudos. Muitos alunos com deficiência encontram no espaço digital maior facilidade, podendo assistir às aulas no quarto ou fazer provas em casa, mas é necessário que todo o conteúdo esteja disponível de forma acessível para pessoas surdas e cegas, por exemplo. “Muitas vezes os próprios sites das faculdades não disponibilizam conteúdos com acessibilidade. Aquele que é um dos principais meios de comunicação com os alunos, e os estudantes com deficiência são excluídos da mensagem”, explica.

Para o educador, à medida que esses alunos ingressam no Ensino Superior cabe às instituições atender suas necessidades específicas. “A educação é um direito universal e nós, profissionais do setor, lutamos por isso. As pessoas com deficiência enfrentam dificuldades e nós precisamos ajudá-los abrindo portas. É importante que além da acolhida arquitetônica e tecnológica, também exista um acolhimento pedagógico e humanizado para que todos os professores e colegas possam estar preparados para entender e atender às demandas da pessoa com deficiência”, finaliza Gregory.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

08 de março de 2022

Ferramenta com IA traz evolução no business planning

Leia mais

08 de março de 2022

35 anos da Messer Cubatão

Leia mais

08 de março de 2022

Brasil precisa ampliar número de doadores de sangue

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.