Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

Jornal Acontece

01 de junho de 2018

5ª Edição

Festival internacional de dança tem programação até domingo (3)

Até o próximo domingo (3), a quinta edição do Festival Internacional de Dança (Fidifest) é a principal atração cultural da Cidade, reunido mais de 1.600 bailarinos no Teatro Municipal Braz Cubas (Av. Pinheiro Machado, 48, Vila Mathias) e na Cadeia Velha (Praça dos Andradas s/nº, Centro Histórico). O evento foi aberto na noite de terça-feira (29), com o espetáculo Breve Compêndio para Pequenas Felicidades e Satisfações Diminutas, produzido por Luiz Fernando Bongiovanni.

Os bailarinos apresentaram cenas que discutem a ambiguidade do cotidiano, mostrando o conflito de sentimentos aos quais todos estão expostos: ansiedade, pressa e o medo contrastando com a gentileza, empatia e a ternura.

A programação desta quarta-feira (30) segue no Teatro Municipal com apresentações nos estilos variações, contemporâneo, dança popular, dança urbana, dança de salão, sapateado, trio aberto, balé clássico, balé repertório, estilo livre e jazz.         

Já a Cadeia Velha vai receber workshops com renomados coreógrafos, como o russo Misha Tchoupakov, que integra o corpo docente da Escola de Dança da Universidade da Carolina do Norte (EUA), e que foi membro do Balé Bolshoi. O festival de dança também selecionará participantes para bolsas de intercâmbio na Carolina do Norte e em Nova York, e em Madri (Espanha).

Outro destaque do evento fica por conta das personalidades do mundo da dança que fazem parte da comissão julgadora: Cecília Kerche, primeira bailarina e diretora artística do Corpo de Baile do Teatro Municipal do Rio de Janeiro; J.C. Violla, do júri técnico do quadro Dança dos Famosos, da Rede Globo; Edy Wilson De Rossi, diretor artístico da Anacã Cia de Dança, e Marcio Rongetti, professor particular de balé de artistas como Claudia Raia, Jarbas Homem de Mello e Fernanda Souza.

        

Referências

Realizado pela Associação de Dança do Litoral Paulista (Adalpa), com apoio da Secretaria de Cultura (Secult), o festival visa disseminar a dança na região, formar público para o gênero artístico e movimentar o turismo, atraindo artistas, profissionais da área e interessados de diversas partes do Brasil e do exterior.

“O festival vem crescendo ano a ano e isso nos deixa muito felizes, pois estamos recebendo apoio de diversos setores, como a Prefeitura, hotéis e o comércio da Cidade”, comenta Juliana Luiz, uma das organizadoras do evento ao lado de André Santos (com experiência na Broadway) e Vanessa Toledo, todos profissionais da Baixada Santista.

Juliana apontou, ainda, sua expectativa para o futuro do evento. “Nosso objetivo é tornar a Baixada Santista uma das principais referências da dança no País”.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

01 de junho de 2018

UME Gota de Leite é referência em coleta de óleo de programa ambiental

Leia mais

01 de junho de 2018

Interessados em trabalhar em cruzeiros marítimos podem participar de evento gratuito

Leia mais

01 de junho de 2018

Servidor municipal em ‘estado de alerta’

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.