Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

DINO

28 de novembro de 2022

Cuidados com a saúde do homem devem ir além dos exames urológicos

 | Jornal Acontece

O câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma) e também a segunda maior causa de morte pela doença no Brasil, segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde). Por isso, nunca é demais alertar sobre a necessidade de prevenção quanto à enfermidade e a importância do cuidado integral com a saúde do homem.

A negligência e a falsa sensação de invulnerabilidade condicionam a maioria deles a assumirem uma postura de baixo autocuidado e afastamento dos serviços de saúde, especialmente os da atenção primária. Esses fatores, associados a hábitos como sedentarismo, fumo e alcoolismo, contribuem para os altos índices de mortalidade dessa população. Segundo dados do Ministério da Saúde, 70% dos óbitos por doenças cardiovasculares e 88% dos óbitos por doenças do aparelho digestivo ocorrem em homens.

De acordo com o médico patologista clínico, Dr. Márcio Nunes, coordenador médico do São Marcos, marca pertencente à Dasa, é possível evitar muitas doenças com algumas medidas simples. “É importante incorporar bons hábitos no dia a dia e manter uma rotina de cuidados preventivos, incluindo o acompanhamento médico regular e check-ups periódicos”, diz. O médico ressalta ainda a importância do acompanhamento individual com uma equipe médica de referência e dos cuidados em todas as faixas etárias. “O médico de referência é o profissional em quem você concentra todas as informações e cuidados da sua saúde, a partir da adolescência.”

Acompanhamento regular

O câncer de próstata é o segundo mais frequente nos indivíduos após os 50 anos e, também, a segunda causa de morte por câncer nessa faixa etária. Segundo especialistas, a procura por um profissional médico somente quando a doença está em um estágio avançado dificulta as chances de cura. Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental.

A partir dos 50 anos, é importante avaliar com o médico os benefícios e riscos do rastreamento para uma decisão compartilhada. Dois exames são essenciais para o rastreamento inicial do câncer de próstata: a dosagem do PSA no sangue e o toque retal. Como a doença não tem sintomas aparentes, em estágios precoces, as avaliações citadas acima, associadas a outras adicionais em caso de alterações, são a única forma de detectar um possível tumor maligno. Além disso, outros cuidados devem ser tomados em cada fase da vida:

A partir dos 40 anos: é muito importante manter acompanhamento médico e a rotina cardiovascular em dia. Exames como o de Colesterol, para diagnóstico da Dislipidemia, e de Hemoglobina Glicada, para diagnóstico do diabetes, devem ser realizados periodicamente.

A partir dos 45 anos: é recomendado conversar com o médico sobre o rastreamento do câncer colorretal (intestino grosso e reto), por meio da realização dos exames de sangue oculto nas fezes ou colonoscopia. É importante lembrar também das vacinas recomendadas para essa faixa etária, entre elas a Influenza (gripe), e aquelas contra as Hepatites A e B.

A partir dos 50 anos: além do acompanhamento médico periódico, da realização dos exames de rotina e da avaliação sobre a necessidade dos exames de rastreamento do câncer de próstata, é importante fazer a avaliação do risco de câncer colorretal (intestino grosso e reto) por meio dos exames de Colonoscopia ou Sangue Oculto nas Fezes.

A avaliação do risco de Câncer de Pulmão por meio da Tomografia de Tórax de Baixa Dose pode ser indicada, a depender de outros fatores, nos pacientes com histórico importante de tabagismo. Importante atentar, também, para as vacinas recomendadas para essa faixa etária, entre elas a contra Influenza (gripe), contra Herpes Zoster e as Pneumocócicas (para maiores de 60 anos).

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

28 de novembro de 2022

Evento de ESG terá mudanças climáticas como tema central

Leia mais

28 de novembro de 2022

Produtos sustentáveis atraem 81% dos brasileiros, diz estudo

Leia mais

28 de novembro de 2022

Dia Internacional da Biodiversidade é comemorado em 22 de maio

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.