Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

DINO

02 de dezembro de 2022

Empreendedorismo 4.0 traz inovação tecnológica para empresas

 | Jornal Acontece

O ano de 2022 chegou trazendo o empreendedorismo 4.0 como principal tendência de mercado, tendo em vista os avanços tecnológicos ao longo dos anos e a crescente demanda da transformação digital.

Esse movimento faz parte da Quarta Revolução Industrial, onde existe conectividade entre máquinas, equipamentos, aparelhos móveis e inteligência artificial. Nunca antes a realidade virtual esteve tão próxima do mundo físico e conhecer esse mecanismo, que implementa tecnologias inovadoras para melhorar a qualidade de vida das pessoas e otimizar os processos das empresas é, no mínimo, um diferencial para um negócio se destacar no mercado.

Ficar parado no tempo e ter um projeto saturado com os mesmos produtos e serviços, ano após ano, também não é vantajoso no atual contexto da transformação digital. “Um empreendedor antenado precisa constantemente buscar atualizações que possam agilizar operações com maior eficácia e produtividade, além de não perder o foco nas necessidades de seus colaboradores e clientes”, ressalta o diretor de marketing e comunicação da Prolinx, Presleyson Lima.

Por outro lado, ele pontua que empregar tecnologias no dia a dia de trabalho, por mais satisfatórias que pareçam ser, ainda não caracteriza a nova era mundial. Essa, por sua vez, é representada por empresas que utilizam inovações tecnológicas da Indústria 4.0. “Inteligência Artificial, Big Data, Internet das Coisas, Machine Learning e Cloud Computing são alguns recursos tecnológicos que efetivamente estão transformando o mundo de uma forma geral”, exemplifica Lima.

Benefícios do empreendedorismo 4.0 – O desenvolvimento de novos modelos de negócios passa pela aplicação do empreendedorismo 4.0. “Seu surgimento revolucionou a visão de funcionamento das organizações, elevando a automatização para um patamar bem acima do que era conhecido até então”, explica o professor acadêmico.

A adoção do empreendedorismo 4.0 requer investimento, afinal, está condicionado à modernização de máquinas, sistemas e culturas organizacionais. No entanto, investir só vai originar relevantes reduções de custos e tempo. Com as tecnologias propostas pelo empreendedorismo 4.0, Lima afirma que os processos podem ficar mais autônomos, ágeis e seguros, compensando os desafios e as mudanças. Já os dados estão interconectados de forma quase instantânea nesse processo, o rastreamento da produção e a tomada de decisão são agilizados em período recorde.

Lima esclarece, ainda, que se a empresa não for sustentável, não está conectada ao empreendedorismo 4.0. De acordo com ele, é preciso observar as corporações que estão ingressando nesse modelo de negócio. “Não faltam preocupações com o meio ambiente e a procura por soluções sustentáveis durante os ciclos de trabalhos”, completa.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

02 de dezembro de 2022

Temperatura e vibrações são desafios logísticos nos transplantes de órgãos

Leia mais

02 de dezembro de 2022

ABIMAQ realiza curso voltado ao Fluxo de Caixa

Leia mais

02 de dezembro de 2022

Congresso internacional discute os desafios da educação

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.