Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

19 de outubro de 2020

CEO da Unipar participa do Seminário Brasil-Japão

 | Jornal Acontece
Mauricio Russomanno vai participar de painel sobre as oportunidades de contribuição para as metas do Marco do Saneamento, em evento com especialistas, autoridades e entidades que vão avaliar a experiência japonesa e o que pode ser replicado no País

São Paulo, 19 de outubro de 2020 – A Unipar, líder na produção de cloro, soda e PVC na América do Sul, vai participar do 2020 Seminário Online Brasil-Japão – Marco Regulatório do Saneamento. A empresa é Patrocinadora Gold do evento que acontece em formato digital nos dias 21 e 22 de outubro e vai reunir especialistas, autoridades, entidades e empresas, para debater o modelo de infraestrutura construído pelo Japão e o que poderá ser replicado com sucesso no Brasil.

O CEO da Unipar, Mauricio Russomanno, vai participar de um painel sobre as oportunidades para a indústria nacional frente a infraestrutura de saneamento brasileira. As empresas devem contribuir para a construção e modernização das redes de fornecimento de água limpa, além de coleta e tratamento de esgoto, previstas nas metas definidas pelo marco do saneamento, aprovado este ano.

Segundo o executivo, a Unipar está preparada para participar deste processo. “Nós somos líderes na produção de cloro, soda e PVC, os três principais insumos para a expansão da infraestrutura de saneamento”, afirma. Russomanno indica que o PVC será aplicado nas redes de tubulações, inclusive de grandes diâmetros, enquanto o cloro e seus derivados serão destinados ao tratamento de água e esgoto. “Nós poderemos contribuir para o aumento da qualidade de vida e inclusão das pessoas”.

Além de um papel protagonista no processo, a indústria química também já dimensiona o impacto positivo na demanda pelos insumos necessários para o cumprimento das metas definidas pelo marco do saneamento. Com a universalização do fornecimento de água e coleta de esgotos até 2033 e investimentos totais estimados entre R$ 500 e R$ 700 bilhões, serão necessárias, por exemplo, cerca de 700 mil toneladas adicionais de cloro nos próximos dez anos, um volume 40% superior à produção registrada em 2019, de 1,57 milhão de toneladas do produto.

Serviço

2020 Seminário Online Brasil-Japão – Marco Regulatório do Saneamento
Quando: 21 e 22 de outubro
Informações: Site oficial do Evento
Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

19 de outubro de 2020

Profissionais de Guarujá concluem formação voltada à educação especial

Leia mais

19 de outubro de 2020

Suman tem votação histórica em Guarujá e maior aprovação da Baixada

Leia mais

19 de outubro de 2020

Acordo para a Câmara

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC