Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

10 de dezembro de 2021

Charles do Bronx defende cinturão contra Dustin Poirier, o número 1 do ranking

 | Jornal Acontece

Na segunda principal luta da noite, a brasileira Amanda Gomes também defende o cinturão na categoria peso galo contra a venezuelana Julianna Peña

 

O guarujaense e campeão mundial na categoria peso leve de MMA, Charles de Oliveira, o Charles do Bronx, defende pela primeira vez o cinturão conquistado recentemente. A principal luta da noite será realizada sábado (11), no T-Mobile Arena, Las Vegas, Nevada, EUA, contra o americano Dustin Poirier, número 1 do ranking mundial.

 

Após vencer por nocaute o americano Michael Chandler, no segundo round, e se tornar campeão em maio de 2021, é a primeira vez que Charles defende o cinturão dos pesos-leves (até 70,31 kg), na principal luta da noite.

 

Para o confronto, o lutador oriundo de Vicente de Carvalho leva em sua bagagem o cartel de 40 lutas, das quais obteve 31 vitórias (nove nocautes, 19 finalizações e três decisões de juízes), oito derrotas (quatro por nocautes, três finalizações e uma decisão do juiz) e uma sem resultado. É o maior finalizador da história do UFC.

 

Invencibilidade

 

Há de se destacar que Charles do Bronx está invicto no octógono. Venceu as nove lutas disputadas, sendo oito destas por nocaute ou finalização. Já o desafiante Dustin Poirier tem um total de 34 lutas. Conseguiu 28 vitórias (14 nocautes, sete finalizações e sete decisões de juízes) e seis derrotas (duas por nocautes, duas finalizações e duas decisões de juízes), em seu cartel.

 

Campeão interino

 

Poirier já foi campeão interino dos 70 kg e terá sua segunda chance de chegar ao título linear da categoria. Na primeira tentativa, em 2019, ele acabou sendo finalizado por Khabib. De lá pra cá venceu três consecutivas. As duas mais recentes por nocaute técnico contra o ex-campeão Conor McGregor.

 

Das 15 lutas programadas para o Card do sábado, outra que chama atenção é a defesa de cinturão entre a baiana Amanda Nunes e a venezuelana Julianna Peña, na categoria peso galo (61,2 kg). A brasileira defende o cinturão pela oitava vez. A adversária é a terceira no ranking.

 

Confiante no bom desempenho do guarujaense, o secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura de Guarujá comenta: “O Charles representa o melhor em eficiência nas artes marciais. Além de ser o detentor do cinturão, é o maior finalizador, representando o jiu jitsu brasileiro em seu melhor estilo. O Guarujá é honrado em ter um filho que abrilhanta a essência samurai por todo o mundo.  Estamos torcendo por você campeão”, finaliza.

 

Alem de Charles do Bronx e Amanda Nunes – que defendem seus cinturões – o Card contará com a presença de mais seis lutadores brasileiros. Os confrontos terão inicio às 20h15.

 

Confira as lutas do UFC 269

 

Card Preliminar:

 

Peso-mosca: Gillian Robertson x Priscila Pedrita

Peso-galo: Randy Costa x Tony Kelley

Peso-pena: Ryan Hall x Darrick Minner

Peso-mosca: Alex Perez x Matt Schnell

Peso-mosca: Miranda Maverick x Erin Blanchfield

Peso-médio: André Sergipano x Eryk Anders

Peso-médio: Jordan Wright x Bruno Blindado

Peso-pesado: Augusto Sakai x Tai Tuivasa

Peso-galo: Pedro Munhoz x Dominick Cruz

Peso-pena: Josh Emmett x Dan Ige

 

 

Card Principal:

Peso-galo: Raulian Paiva x Sean O’Malley

Peso-mosca: Kai Kara-France x Cody Garbrandt

Peso-meio-médio: Geoff Neal x Santiago Ponzinibbio

Cinturão peso-galo: Amanda Nunes x Julianna Peña

Cinturão peso-leve: Charles do Bronx x Dustin Poirier

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

10 de dezembro de 2021

Patinadora cubatense convocada para seleção brasileira

Leia mais

10 de dezembro de 2021

Boxeadores de Santos vencem em festival no Guarujá

Leia mais

10 de dezembro de 2021

Luiz Nunes é Cubatão no pódio, em mundial

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.