Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

04 de maio de 2017

Contratadas devem priorizar trabalhadores inscritos no PAT

Depois da confusão gerada pela denuncia que vereadores estariam ‘loteando’ as novas vagas da empresas que assumirão no lugar da Cursan, Prefeitura se manifesta

As empresas que forem contratadas para realizarem serviços que eram de responsabilidade da Companhia Cubatense de Urbanização e Saneamento (Cursan), em fase de desativação, deverão – na admissão de trabalhadores – dar prioridade àqueles cadastrados no Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT) e que residam na cidade.

A informação foi prestada na manhã desta quinta-feira (4) aos representantes da Comissão dos Desempregados de Cubatão, durante reunião realizada no gabinete do prefeito Ademário de Oliveira, na qual foram debatidas algumas reivindicações da entidade, que promoveu uma manifestação de trabalhadores na área central. O encontro contou, também, com a presença do secretário municipal de Emprego e Desenvolvimento Sustentável, Benaldo Melo de Souza, e vereadores.

Segundo Benaldo, a Prefeitura terá a mesma postura adotada com relação às demais empresas. “Se nós temos mantido gestões com as outras empresas da cidade para que recorram ao cadastro do PAT, não podemos agir de outra forma quando se trata de empresas que nós contratamos”, afirmou.

Durante o encontro, o prefeito Ademário enfatizou a necessidade de um reforço na parceria, que vem sendo mantida, desde o início do seu governo, com os trabalhadores. “E muito teremos a ganhar com a participação efetiva da Câmara Municipal”, disse.
A Comissão de Desempregados, presidida por Ronaldo Pereira Delgado, apresentou uma lista de reivindicações, entre elas: realização de um feirão do Emprego; criação de passe livre de transporte, restaurante Bom Prato (as tratativas neste sentido já foram iniciadas pela Prefeitura, junto ao Governo do Estado); frentes de trabalho, aprovação de uma lei que garanta que todas as vagas sejam disponibilizadas no PAT e cursos de qualificação profissional.

Os trabalhadores querem, também, a criação de uma política de atração de novas empresas para Cubatão.

​Câmara se manifesta

A Câma​ra​ esclarece que não tem nenhuma responsabilidade acerca do processo de recrutamento das empresas que prestarão os serviços limpeza e preparação da merenda escolar no município, em substituição da Companhia de Urbanização e Saneamento de Cubatão (Cursan).

O Poder Legislativo respeita os princípios da administração pública, e, por isso, defende que as contratações sejam realizadas pelos órgãos competentes, de forma transparente e impessoal.

Por fim, a Câmara Municipal de Cubatão reafirma seu posicionamento, manifestado no dia 27 de abril, em ajudar a manter aberta a referida autarquia municipal e, assim, assegurar a manutenção do emprego de centenas de trabalhadores. Tanto que a Poder Legislativo decidiu antecipar a devolução para fins de aporte financeiro no valor de R$ 255.000,00 ao Executivo no intuito de viabilizar o parcelamento de um débito da Cursan junto ao Fisco Federal.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

04 de maio de 2017

Adolescentes de 13 e 14 anos podem ser vacinados a partir desta terça-feira (31)

Leia mais

04 de maio de 2017

Cantor Sérgio Reis se torna alvo da Polícia Federal

Leia mais

04 de maio de 2017

Porque mulheres ainda temem denunciar agressores, em casa

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.