Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

Jornal Acontece

22 de março de 2021

Dengue e chikungunya avançam

 | Jornal Acontece

Baixada Santista já registra uma média de nove novos casos dessas doenças por dia

Se não bastasse o coronavírus, a Baixada Santista também começa a sofrer com a alta nos números de casos de dengue e chikungunya. A região já acumulava, na segunda semana deste mês, uma média de nove novos casos de dengue por dia.

Guarujá lidera a lista com, conforme a última atualização da Secretaria Municipal de Saúde, 349 casos de dengue e 213 de Chikungunya até a última sexta-feira (19). Devido ao avanço dos casos, a Prefeitura está fazendo mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti diariamente nos bairros da cidade.

A prefeitura guarujaense informou quem estiver com suspeita de dengue, zika ou chikunguya deve procurar atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) mais próxima e deve comparecer também a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) ou Unidade de Saúde da Família (Usafa) para realizar o exame de sorologia.

Em Cubatão, de acordo com números da Prefeitura, de janeiro a março deste ano já foram confirmados 147 casos de dengue e 4 de Chikungunya entre janeiro e março deste ano. Com o avanço da doença, a Administração Municipal iniciou o mutirão “bota-fora”, que consiste no recolhimento de materiais inservíveis, principalmente entulhados em terrenos, que podem acumular água parada.

Cubatão também retomou a nebulização pelos bairros do Município com produto específico que tem ação por 10 meses após aplicação e conta com o apoio da SUCEN (Superintendência de Controle de Endemias).

A Prefeitura colocou à disposição da população um disque-denúncia. Caso os munícipes constatem descarte irregular de lixo, podem denunciar pelo telefone da Ouvidoria – 3372.4132, de segunda a sexta-feira, das 9 às 16 horas.

Em Santos, maior cidade da Baixada Santista, a dengue e a chikungunya também avançam. Nesta sexta-feira (19), a prefeitura santista informou que o município registrou este ano 211 casos de chikungunya e 134 de dengue.

Para conter a alta dos números, o município também está realizando mutirão de combate ao mosquito em todos os bairros da Cidade. Nesta semana, a Seção de Controle de Vetores da Secretaria Municipal de Saúde concluiu a aplicação de inseticida por nebulização em 155 quadras dos bairros Rádio Clube e Castelo, na Zona Noroeste.

 Foram usados dois carros, chamados de fumacê, para dispersar o produto visando combater a proliferação do Aedes aegypti. A Seção de Controle de Vetores informou que os próximos bairros que receberão o fumacê são o Embaré e o Macuco.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

22 de março de 2021

Entrega da gaveta sul da travessia Santos/Guarujá

Leia mais

22 de março de 2021

Com construção e reforma de escolas, Prefeitura de Bertioga abrirá mais de mil vagas

Leia mais

22 de março de 2021

Bom Prato de Praia Grande inicia atendimento

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.