Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

26 de fevereiro de 2018

Eficiência Energética

Projeto em Guarujá visa despertar nos alunos, o uso consciente de energia elétrica

Iniciativa da CPFL Piratininga, em parceria com a Seduc envolveu cerca de 120 alunos de oito escolas municipais

Despertar, na criança, o uso consciente da energia elétrica. Este é o intuito do Projeto “CPFL Piratininga nas Escolas – Eficiência Energética”, que envolveu oito escolas da rede municipal de ensino de Guarujá. Cerca 120 alunos participaram da iniciativa, como multiplicadores do conhecimento adquirido.

O “Eficiência Energética” é uma realização da empresa CPFL Piratininga, em parceria com a Prefeitura de Guarujá, por meio da Secretaria Municipal de Educação. A programação nas unidades começou na terça (20) e foi concluída na última sexta-feira (23).

As escolas municipais que contaram com o Projeto foram: EM Doutor Napoleão Rodrigues Laureano (Jardim Maravilha), EM Professor Myrian Terezinha (Jardim Boa Esperança), EM Oswaldo Cruz II (Parque Estuário), EM Ver. Afonso Nunes (Parque Estuário), EM Franklin Roosevelt (Jardim Boa Esperança), EM Ivonete Câmara (Jardim Conceiçãozinha), EM Angelina Daige (Vila Áurea) e EM Lúcia Flora (Jardim Progresso).

No Projeto, os estudantes tiveram a oportunidade de aprender, através de suas ações lúdicas e interativas, os conceitos básicos de uso inteligente e seguro da energia elétrica, tendo como foco a mudança de hábitos e comportamentos da população.

Segundo o vice-prefeito de Guarujá e secretário de Educação, Renato Pietropaolo, “os alunos captaram a mensagem que o projeto quis passar. O importante é que por meio do teatro, da interação, eles acabam replicando a informação em casa, com os amigos e na sua comunidade. Sem dúvida, um projeto motivador que trabalha um aspecto social muito importante dentro da nossa sociedade”.

A apresentação teatral fez parte de uma das etapas de finalização do projeto. Para a aluna Marina Marques, da Escola Municipal Franklin, o projeto foi muito bom. “Fizemos um musical na Escola e assistimos a uma peça de teatro. Aprendemos muito. Já o estudante Marcelo de Oliveira Júnior, da Escola Ivonete, compreendeu a importância do tema. “Muitas pessoas precisam começar a economizar e não gastar. A energia vem da água. Quanto mais gastamos energia, menos água teremos no planeta e isso mata o meio ambiente. Adorei fazer esse projeto”.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

26 de fevereiro de 2018

Unipar e CCC anunciam finalistas de Concurso de Meio Ambiente em Cubatão

Leia mais

26 de fevereiro de 2018

Usiminas encerra segundo trimestre do ano com resultado recorde

Leia mais

26 de fevereiro de 2018

Unipar investe R$ 3 milhões em projetos que devem impactar mais de 12 mil pessoas

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.