Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

27 de julho de 2021

Entrevista com Ludmila Halajko Fotógrafa de sucesso

 | Jornal Acontece

Com o objetivo de contar um pouco sobre a trajetória profissional de cubatenses que fazem acontecer, iniciamos a temporada 2021 com a fotógrafa Ludmila Halajko.

 

 

Ela é mãe da Analu, filha de Dona Rita e“seo” Mychajlo, é a neta coruja da vovó Aurea, e ama estar com seus irmãos e amigos. Com vocês Ludmila Halajko.

 

Jornal Acontece: Quem é a Ludmila Halajko?

Ludmila Halajko: Mãe da Analu, fotógrafa apaixonada pela profissão, cubatense, simples e de bem com a vida.

 

JA: Porque a fotografia?

LH: Eu fui escolhida pela fotografia, eu sou formada em medicina veterinária, e minha intenção era sim, exercer a profissão. Mas, despretensiosamente me matriculei no curso de fotografia, na escola de artes Centro Europeu em Santos e larguei tudo: foi paixão à primeira aula.

 

JA: Qual área você mais se identifica?

LH: Sem dúvidas a fotografia newborn, fotografar recém nascidos é algo mágico! É uma terapia pra mim, um amor que não consigo explicar.

 

JA: Qual o maior desafio que já enfrentou na sua profissão?

LH: Superar os desafios que fotografar bebês nos impõem. Aprender a lidar com eles e dominar as técnicas: é preciso conseguir encanta-los, é preciso muito mais do que apenas apertar o botão da câmera fotográfica.

 

JA: Qual seu hobby?

LH: Estar com minha filha, família e amigos curtindo os bons momentos da vida, viajar e ir à praia também.

 

JA: Você gostaria que sua filha seguisse seus passos profissionalmente?

LH: Na verdade nunca pensei nisso. Ela gosta tanto de bichos e do mar que começo a pensar que ela vai seguir os passos do pai, que é biólogo.

 

JA: Como você se adaptou a pandemia?

LH: Graças a deus a pandemia não teve tanto impacto na minha área. O fato de as pessoas estarem impossibilitadas de se reunir e comemorar festas, aniversários, permitiu que as famílias fossem ao estúdio com mais frequência. Lógico, sempre de máscaras, respeitando todos os protocolos de segurança.

 

JA: Um sonho na sua área? Qual seria?

LH: Ser referência na área da fotografia “newborn”, poder um dia repassar meu conhecimento ajudando fotógrafos iniciantes, pois eu sei que o caminho a ser percorrer é muito longo, e nem sempre tão fácil. Estamos sempre em aprendizado.

 

JA: Pra encerrar o nosso bate papo, deixe aqui uma mensagem, para os jovens que pretendem seguir a área da fotografia?

LH: Acredite nos seus sonhos e em você. Estude sempre, você é o único responsável por fazer dar certo.

 

JA: Ludmila, muito obrigado pelo bate papo, foi um prazer conhecer sua trajetória profissional.

LH: O prazer foi todo meu. Foi uma honra inaugurar a temporada 2021, do Gente que Acontece.

 

Ludmila é daquelas pessoas que buscam a simplicidade e enxergam a vida de maneira muito sábia e coerente. Durante a entrevista, conduzida de forma muito inteligente por ela, o seu amor por sua profissão, é algo lindo de se ver. Nós, do Jornal Acontece, agradecemos a sua participação no primeiro episódio da temporada 2021 do Gente que acontece.

 

Sucesso!

 

 

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

27 de julho de 2021

5 motivos para procurar uma terapia de casal

Leia mais

27 de julho de 2021

Câmara LGBT apresenta novo Vice-Presidente

Leia mais

27 de julho de 2021

No ‘Dia do Veterinário’ lembre-se de manter os cuidados com seu pet

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.