Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

09 de junho de 2017

Homenagem

PIONEIROS DA UNIDADE LUSO BRASILEIRA, EM CUBATÃO, SÃO LEMBRADOS NAS HOMENAGENS AO DIA DE PORTUGAL

Comemorações foram realizadas na manhã desta sexta-feira (9), na Praça Portugal

Pioneiros dos atos de congraçamento entre as comunidades brasileira e portuguesa de Cubatão foram lembrados na manhã desta sexta-feira (9), durante a solenidade comemorativa do Dia de Portugal, de Camões e da Comunidade Luso Brasileira.

O empresário Antonio Duarte, o jornalista Manuel Alves Fernandes, presentes ao evento, e Mário Jorge, já falecido, obtiveram citações especiais nos discursos. Há três décadas, eles formaram uma comissão cujo trabalho resultou na oficialização da Praça Portugal; na criação do monumento ao poeta Luiz Vaz de Camões e início das agora tradicionais comemorações alusivas ao Dia de Portugal. Essa comissão foi o embrião da Associação Luso Brasileira de Cubatão (Alubrac), fundada há 11 anos.

O prefeito Ademário de Oliveira citou-os em seu discurso e, na oportunidade, autorizou que sejam iniciadas as gestões visando à construção, na Praça Portugal, da sede da  Alubrac.

Essa antiga aspiração dos luso-brasileiros cubatenses foi reivindicada pela presidente da entidade, Patrícia Campinas, no discurso de abertura do evento. O prefeito se comprometeu a dispor de espaço na praça, obedecendo à legislação, e sugeriu que sejam buscados recursos junto à iniciativa privada para a construção do prédio.

Pela Câmara Municipal falou o vereador Ricardo Queixão, que também saudou a comunidade luso brasileira pela data.

Música e dança – A solenidade começou com deposição de flores no monumento a Camões, seguida de hasteamento das bandeiras do Brasil, pelo prefeito Ademário de Oliveira; de Portugal, por Antonio Ferreira Duarte; de São Paulo, por Armando Campinas, conselheiro da Alubrac; de Cubatão, por Manoel Deodoro de Oliveira Chagas (conselheiro da Alubrac) e de Aveiro, cidade portuguesa irmã de Cubatão, por Patrícia Campinas.

O Coral da Terceira Idade Raízes da Serra, regido por Sandra Diogo Moço e acompanhado pela pianista Ruth Menezes, interpretou músicas do cancioneiro português. Integrantes do grupo fizeram, ainda, uma apresentação de dança folclórica, seguindo coreografia idealizada pela professora de expressão corporal Suely Diogo. O Corpo Coreográfico Oficial de Cubatão também participou do evento.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

09 de junho de 2017

Alesp aprova projeto que estimula implantação da tecnologia 5G nos municípios

Leia mais

09 de junho de 2017

Grupo de executivos cria rede solidária de combate à fome e ajuda comunidades

Leia mais

09 de junho de 2017

Baixada em alerta de tempestade

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.