Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

08 de julho de 2020

MP cobra providências da CMT para impedir circulação de veículos pesados

 | Jornal Acontece

Em virtude da grande repercussão quanto à instalação dos limitadores de altura na Cidade, a Companhia Municipal de Trânsito de Cubatão (CMT) esclarece que o objetivo da implantação dos equipamentos tem o objetivo de restringir o tráfego de veículos com container e/ou cargas perigosas dentro dos bairros, conforme determinado pela Lei Municipal nº 2978/05.

O superintendente da Autarquia, Jefferson Cansou, confirmou, nos próximos dias, a colocação da sinalização proibitiva nos bairros Vale Verde e Jd. Nova República (Bolsão 8)

“Vamos seguir com a programação, o que será alterada é a metragem limite que deixará de ser 3,90 m e passará para 4,25 m”, disse.

Cansou explicou que, após nova avaliação técnica, esta alteração ocorrerá, pois há caminhões de munícipes que excedem os 4 metros de altura, mesmo não estando engatados à carreta com o container.

Vale salientar que há inúmeras reclamações de cubatenses em relação à circulação deste veículos na Cidade.

Esclarece, ainda, o Superintendente, que o Ministério Público do Estado de São Paulo, após tomar conhecimento do intenso tráfego de caminhões com container no interior dos bairros da cidade, instaurou, no dia 14 de abril de 2020, o Inquérito Civil nº 14.0248.0000596/2019-6, tendo o Promotor de Justiça responsável pelo caso questionado quais medidas seriam adotadas pela CMT, para, efetivamente, inibir o tráfego irregular de veículos.

O Superintendente, também, explicou que, antes da instauração do Inquérito Civil, a CMT já havia sido indagada pelo Ministério Público acerca de tais providências, ocasião em que a Autarquia esclareceu que realizava fiscalização e autuação aos infratores quando necessário. Ainda assim, a 2º Promotoria de Justiça de Cubatão entendeu pela instauração do referido Inquérito Civil.

Portanto, diante deste cenário e através de estudos técnicos realizados pelo setor de engenharia da CMT, chegou-se à conclusão acerca da necessidade de se implantar os limitadores de altura.

PROIBIÇÃO SOMENTE PARA O CONTAINERS E CARGA PERIGOSA

De acordo com Cansou, é preciso esclarecer que não se trata de proibir a entrada de caminhões nos bairros: “O que tentaremos evitar é a circulação destes veículos com containers dentro dos bairros que acabam danificando as ruas, guias e calçadas dos bairros e ainda ocasionam rachaduras em algumas residências locais”, afirmou.

Na última terça-feira (7), houve a inserção do limitador de altura na Avenida Giusfredo Santini, bairro Jd. 31 de Março (próximo à Rodoviária) sem qualquer tipo de intercorrência. Todavia, no bairro Vale Verde, houve manifestação contra a colocação do dispositivo: “Mesmo diante da situação, conversei com alguns moradores e expliquei, pontualmente, todos estes motivos que vão ao encontro da Lei Municipal que proíbe a circulação de caminhões com container e cargas pesadas/perigosas nos bairros” lembra Cansou.

No próximo sábado (11), às 15 horas, haverá outra reunião no bairro Vale Verde, que contará com as presenças de moradores, caminhoneiros, além do prefeito Ademário e do Superintendente da CMT Jefferson Cansou para falar sobre o assunto.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

08 de julho de 2020

Governo federal altera regras no programa Minha Casa, Minha Vida

Leia mais

08 de julho de 2020

Como valorizar seu tipo de corpo?

Leia mais

08 de julho de 2020

Vamos ajudar a Kátia!

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC