Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

25 de maio de 2019

Mundo do surf

Atleta de Guarujá assume liderança no ranking nacional

Aos 7 anos de idade, Carol Bastides destacou-se na categoria sub 10

Rodrigo Koxa, Adriano Mineirinho e Jesse Mendes. Todos eles têm uma coisa em comum com Carol Bastides. Eles treinaram e moraram no Guarujá, assim como a jovem de 7 anos de idade, que tem tudo para alcançar o mesmo sucesso no mundo do surf.

Isso porque a competidora acabou de conquistar a prata na 1ª Etapa do Circuito Brasileiro de Surf Feminino, disputando pela categoria sub 10. Na oportunidade, ela também assumiu a liderança do ranking nacional, já que ficou atrás apenas de uma atleta peruana, que não pontual devido à sua nacionalidade.

Ainda na competição, Carol foi testada na categoria sub 12, onde ficou com o 7º lugar. Tudo isso ocorreu no último domingo (19), na Praia de Itamambuca, em Ubatuba (SP). Juliana Teixeira, que é mãe da esportista, conta que a mesma iniciou a modalidade há dois anos, logo se apaixonando pelo surf.

“Ela e a irmã mais velha viram o pai surfando e ficaram curiosas. Subiram na prancha e começaram a brincar no rasinho, sendo empurradas. A irmã mais velha não teve interesse pelo esporte. Já a Carol, criou uma conexão maior e um amor grande pelo surf. Desde quando tinha 5 anos de idade, ela já diz que quer ser campeã mundial”, ressaltou.

Carol treina duas horas por dia, revezando as práticas esportivas ao lado do pai e técnico, Adriano Bastides, com o aprendizado ao lado dos alunos da ONG CT Lugar ao Sol – onde está as terças e quintas-feiras. Ele destaca o esforço da competidora. “Ela treina todos os dias, sempre em ‘picos’ diferentes. Eu a levo na Pitangueiras ou Astúrias. Quando tem onda, também vamos no Guaiuba. Fazemos isso para que ela conheça diferentes tipos de onda. Assim, ela pode aumentar o seu arsenal de manobras, adquirindo uma experiência muito grande”.

O próximo desafio de Carol será pelo torneio Hang Loose Surf Attack. A disputa ocorre nos dias 28, 29 e 30 de junho, em Maresias. Por lá, a competidora novamente disputará na categoria sub 10. E pelo visto, o êxito é esperado outra vez. “Ninguém com a idade dela, faz o que ela faz. Ela progrediu muito bem no último campeonato (1ª Etapa do Circuito Brasileiro), encaixando manobras no tempo certo”, finalizou o pai e técnico Adriano.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

25 de maio de 2019

Conta de luz vai subir 16,4% para moradores da Região

Leia mais

25 de maio de 2019

Alesp aprova proposta que altera normas relacionadas ao funcionalismo público

Leia mais

25 de maio de 2019

Outubro Rosa: leis aprovadas na Alesp garantem prevenção ao câncer de mama

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.