Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

27 de março de 2018

Novo conselho

Novo conselho da criança e do adolescente toma posse e Antônio Jorge é reeleito presidente


Diplomação dos novos membros e eleição da nova mesa diretora ocorreram  na manhã desta terça-feira (27)

Os novos membros do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Cubatão, para o biênio 2018/2020, tomaram posse na manhã desta terça-feira (27) em solenidade realizada no Paço Municipal Piaçaguera.
Na ocasião, reelegeram o atual presidente, Antonio Jorge dos Santos, para mais dois anos de mandato. Ele obteve 16 votos, contra três da candidata da chapa concorrente, Vera Lúcia Pereira de Sá.
Foram eleitos, também, os novos integrantes da mesa diretora: Sandra Regina Godoi (vice-presidente), Antonio de Pádua Azevedo Maia (primeiro-secretário) e Marcos Antonio Guimarães da Silva (segundo- secretrário).
Antonio Jorge dos Santos é um dos mais antigos militantes da causa das crianças e dos adolescentes em Cubatão, tendo começado a atuar, ainda jovem, em 1971,no antigo Círculo do Menor Patrulheiro de Cubatão (CAMP), hoje Centro de Aprendizagem Metódica e Prática Mário dos Santos, chegando à presidência da entidade. Em 1997, foi um dos fundadores do CMDCA local e, de 2015 a 2016, dirigente do Conselho Nacional de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (CNDCA).
Para Jorge, o CMDCA tem grandes desafios pela frente; entre eles, lutar pela redução do índice de mortalidade infantil. “Cubatão apresenta hoje o índice de 9,45, enquanto a média do Estado de São Paulo é 7,66”, informou. A taxa de mortalidade infantil (TMI) é o número de mortes de crianças menores de um ano de idade em um determinado ano por 1.000 nascidos vivos no mesmo ano.
Outra preocupação de Antonio Jorge é com relação à evasão escolar, que ele considera elevada na cidade.
“Para se ter uma idéia da dimensão da responsabilisdade do CMDCA, basta lembrar que Cubatão tem cerca de nove mil crianças com menos de quatro anos de idade. É nessa faixa etária que devem ser feitos os investimentos necessários, que hoje são da ordem de 2 dólares per capita, segundo a ONU. Se não fizermos isso, e as crianças tiverem mau desenvolvimento pessoal e social no futuro, gastaremos o dobro para recuperá-las. Portanto, até por uma razão de natureza econômica – que, claro, não é a mais importante -, temos de pensar em nossas crianças”, afirmou.
A solenidade de diplomação dos membros do CMDCA teve a presença de diversas autoridades locais, entre elas os secretários Cesar da Silva Nascimento (Governo e Comunicação Social) e Sebastião Ribeiro do Nascimento, o Zumbi (Assistência Social), além de Simone Lopes e Alessandro Oliveira, presidentes, respectivamente, dos conselhos municipais de Assistência Social e de Saúde.

Membros

A composição do CMDCA é paritária, compondo-o representantes da Administração Municipal e da sociedade civil. A nova formação da entidade para o biênio 2018/2020 é a seguinte:

Administração municipal: Armando Campinas Reis (titular ) e Rosana Pimenta Miguel (suplente), pela Secretaria de Governo; Ariella Vaz Tucano Melo (titular) e Creusa Alves da Silva, pela Secretaria de Assistência Social; Vera Lúcia Pereira de Sá e Tatiana de Alburquerque Pinto (Secretaria de Educação); Priscilla Furbringer Lopes da Silva e Patrícia Moreira Couto Lugli (Secretaria de Saúde); Marcos Antonio Guimarães da Silva e Juliana Souza da Silva (Secretaria de Cultura); Danilo Roberto Silva e Gessivaldo Assis da Silva (Secretaria de Esportes e Lazer); Silvio Gomes e Wilsom Dias dos Santos Junior (Secretaria de Planejamento); Eduardo Batista Monteiro e Sinésio Sobral (Secretaria de Finanças); Rogério Vieira e Bruno Freitas Miyaguchi (Secretaria de Emprego e Desenvolvimento Sustentável); Sandra Regina Fonseca de Godoy e Nívia Pereira dos Santos (Secretaria do Meio Ambiente).

Sociedade Civil

Maísa Benício da Silva Costa (Centro de Capacitação, Apoio Pedagógico e Desenvovimento Desportivo para Deficientes Auditivos de Cubatão e Região – Cecap); Regina Ferreira Ortolani (Associação Paradesportiva de Cubatão); Carla Garcia Dias (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais – ADRA); Salvador Rosa Ferreira (Assistência e Promoção Social Exército da Salvação – Aproses); Antonio Jorge dos Santos (Associação Casa Menino Felipe); Arlindo Fagundes Filho (CAMP); Paulo de Toledo Ribeiro (OAB-subseção de Cubatão); Valmir Ramos Ruiz (Centro de Integração e Desenvolvimento Empresarial da Baixada Santista – CIDE, polo de Cubatão); Sonia Maria da Silva Onuki (Associação Vozes da Arte); Antonio de Pádua Maia Azevedo (Associação Cubatense de Capacitação para o Exercício da Cidadania – ACCEC).

Conselheiros suplentes

Fernanda Braga Ribeiro (Associação Casa da Esperança e Cidadania Dr. Leão de Moura); Eliete Silva Santos (Instituição Beneficente Carmelo – IBC); Neuza de Souza Santana Freitas (Soroptmist Internacional de Cubatão); Geraldino de Araújo Matos (Associação dos Amigos da Banda Sinfônica de Cubatão) e Paulo José dos Santos (Associação Atlética Desportiva Cubatense).

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

27 de março de 2018

Serviços de conservação no SAI continuam na próxima semana

Leia mais

27 de março de 2018

Civil liberta homem de cativeiro no litoral

Leia mais

27 de março de 2018

Polícia Militar Ambiental resgata Onça Pintada, serpentes e outros animais silvestres de cativeiro

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.