Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

17 de julho de 2018

Plateia Lotada

Sinfômica de Cubatão se apresenta em campos de Jordão

Concerto integrou o Festival de Inverno e aconteceu na Praça do Capivari

Foi no coração da cidade paulista mais charmosa no inverno que a Banda Sinfônica de Cubatão fez uma apresentação memorável! O grupo cubatense subiu ao palco montado na Praça do Capivari, em Campos do Jordão, no último sábado (14). O teatro ao ar livre naquele local atraiu turistas e moradores, registrando plateia lotada.

O som poderoso dos metais, de madeiras e percussão da Sinfônica de Cubatão fez sucesso na 49ª edição do Festival de Inverno de Campos do Jordão, o maior da América Latina para fomento e difusão da música clássica. “Nesta apresentação levamos um programa com obras de compositores latinoamericanos e outras de grande importância para a literatura musical. Isso sem contar a estreia mundial que tivemos a oportunidade de realizar com a ‘Segunda Fantasia Brasileira’, de Peter Koval”, afirmou o maestro Rodrigo Vitta, regente titular da Sinfônica, que comandou o espetáculo.

Inglês radicado no Brasil, Koval contou que a peça foi a maneira que encontrou de entrar no universo da música brasileira, já que a obra reúne fragmentos de músicas brasileiras eruditas, folclóricas e populares. Nesta música, por exemplo, o público pôde conferir a melodia de “O Guarany”, de Carlos Gomes e “Bachianas Brasileiras nº4″, de Villa-Lobos”, por exemplo.

As referências latinoamericanas ficaram por conta de “Danzon n. 2”, de Arturo Márquez, e “Trompeta de España”, de Gilberto Gagliardi, com participação especial do trompetista da Sinfônica, Alessandro Ribeiro Inácio. Tiveram, ainda, a “Seleção do Musical Cats”, de T. S. Eliot/Andrew Lloyd Webber, com arranjo de Johan De Meij, e “Danças Sinfônicas de West Side Story”, do importante Leonard Bernstein. Revezaram-se na regência da Banda, além de Vitta, o regente-assistente Ulysses Damacena e o maestro Roberto Farias, fundador da Banda Sinfônica e atual coordenador artísticos dos Corpos Estáveis de Cubatão.

“Creio que a cada ano a Banda Sinfônica reafirma sua importância para o cenário de bandas sinfônicas, criando repertório para esse tipo de formação e contribuindo de maneira sólida para festivais como esse, de difusão da música erudita. É uma grande felicidade ver nossos Grupos Artísticos alçando vôos cada vez maiores”, disse Farias.

Já Ulysses Damacena, que – além de regente-assistente da Banda – é coordenador de práticas instrumentais do Programa Banda Escola (BEC), destaca a participação de 8 estudantes do BEC nesta apresentação: Filipe Lima e Silas Neto nas flautas; Lucas Sanches e Victor Hugo nos oboés; Jônatas Galindo, André Ulysses e Andressa Cipriano nas trompas; e Danilo de Oliveira no contrabaixo acústico. “É muito importante essa vivência musical e de apresentação em grandes festivais para os alunos”, comentou o professor. Alguns dos jovens músicos também integram a Orquestra do Cubatão Sinfonia, um projeto realizado na cidade pela Associação de Músicos da Sinfônica.

A 49ª edição do Festival de Inverno de Campos do Jordão continua até 29 de julho com mais de 60 concertos na cidade e 200 bolsas para jovens músicos no núcleo pedagógico (Sala São Paulo). Maior evento de música clássica do país, traz ao público uma série de concertos sinfônicos e de câmara, com a participação de prestigiados artistas nacionais e internacionais, além dos grupos do Festival, formados pelos bolsistas.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

17 de julho de 2018

Civil liberta homem de cativeiro no litoral

Leia mais

17 de julho de 2018

Polícia Militar Ambiental resgata Onça Pintada, serpentes e outros animais silvestres de cativeiro

Leia mais

17 de julho de 2018

Importância da prática de bons hábitos alimentares

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.