Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

Jornal Acontece

14 de maio de 2021

Prefeito de Guarujá reivindica ao Estado recursos para obras de contenção em morros

 | Jornal Acontece

Além dos morros afetados pelo temporal de março de 2020, obras de infraestrutura como a nova entrada da Cidade e a recomposição da Av. Dom Pedro I foram pauta de reunião no Palácio dos Bandeirantes

Em audiência realizada no Palácio dos Bandeirantes, o prefeito de Guarujá, Válter Suman, reivindicou ao secretário de Estado do Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, a liberação de verbas para demandas urgentes do Município, na última sexta (7). Uma das prioridades pontuadas foi a solicitação de recursos para obras de contenção dos morros da Vila Baiana, Cachoeirinha e Barreira do João Guarda, que foram fortemente atingidos pelo temporal de março do ano passado.

Acompanhado dos secretários de Planejamento e de Infraestrutura e Obras, Polliana Iamonti e Adilson de Jesus, o chefe do Executivo reforçou a solicitação de R$ 44 milhões para obras de contenção nos morros afetados. O pleito já havia sido feito em 2020 à Secretaria Nacional de Defesa Civil.

“Essa verba foi solicitada ao Governo Federal logo após a tragédia, mas não se concretizou até agora. É uma grande preocupação nossa fechar essa grande cicatriz aberta em nosso município, o que não é possível realizar sem o apoio de outras esferas de governo”, explica Polliana.

Na oportunidade, o Município também pleiteou R$ 24 milhões para a recomposição da parede do canal da Avenida Dom Pedro I, que apresenta problemas estruturais, com risco de ceder, no trecho entre as avenidas Guadalajara e Atlântica.

Suman relembra que Guarujá foi contemplada com R$ 25 milhões para revitalização da Avenida Dom I, porém, o recurso não contempla os serviços de recuperação da parede do canal.

Entrada da Cidade

Projeto de grande monta, o complexo viário da nova entrada da Cidade, orçado em R$ 225 milhões, também foi um assunto tratado com Vinholi. “É um projeto bastante audacioso e inovador, que vai afetar positivamente a mobilidade urbana. Ainda está em fase embrionária, mas iniciamos a primeira conversa sobre o assunto”, afirma a secretária de Planejamento de Guarujá. Para tanto, uma reunião com membros da Artesp e da Secretaria de Desenvolvimento Regional foi requisitada pelo prefeito.

Rodovia Ariovaldo Fernandes

Além dessas demandas, foi reforçado o pedido de melhoria na infraestrutura da Rodovia Ariovaldo Fernandes, avaliada em R$ 5,5 milhões. “Temos um canal de drenagem aberto nesta via que já é de conhecimento do Departamento de Estradas e Rodagem (DER). Quando chove muito, há um represamento dessa água e queremos solucionar este problema”, ressalta o secretário municipal de Infraestrutura e Obras.

O prefeito Válter Suman também voltou a cobrar o Estado em relação à iluminação e infraestrutura viária da Marginal da Rodovia Cônego Domenico Rangoni. “Insistentemente, temos solicitado melhorias nesta área que é bastante utilizada para acesso de caminhões aos terminais retroportuários. Sabemos que é de competência da Artesp, mas pontuamos mais uma vez a urgência desta demanda”, disse.

A Prefeitura está otimista e espera uma devolutiva positiva por parte do Estado nas próximas semanas.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

14 de maio de 2021

1ª Feira Canábica do Litoral Paulista com palestras de especialistas, exposições e shows

Leia mais

14 de maio de 2021

Posto de vacinação do Brisamar Shopping será alocado em novo espaço

Leia mais

14 de maio de 2021

Atividades no Sesc Santos em julho dão a largada para o MIRADA

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.