Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

10 de outubro de 2017

Prevenção de DST’s

‘Santos Jovem Doutor conquista’ 1º lugar na Jornada Paulista de DST’s

O projeto Santos Jovem Doutor conquistou o primeiro lugar na 8ª Jornada Paulista de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), dias 6 e 7 de outubro, em Campinas, na categoria ‘Relatos de Experiência em Serviço’

O prêmio, de R$ 1 mil reais, será investido no projeto para a realização de mais ações comunitárias de prevenção das DSTs, envolvendo alunos das escolas municipais de 8º e 9º anos, com uso de tecnologias da informação e comunicação interativa. A iniciativa tem parceria das secretarias de Saúde e Educação, Programa Saúde na Escola e Faculdade de Medicina da USP.

Integrantes da equipe gestora do projeto, as professoras Ana Lúcia Caetano e Ana Lúcia Lopes elaboraram e apresentaram o relato sobre a execução do Santos Jovem Doutor na rede municipal.

Uma das ações ocorreu no final de junho, envolvendo 12 alunos da escola Cidade de Santos, que participaram do Quiosque da Prevenção, na Secretaria de Educação (Seduc), orientando funcionários e população sobre prevenção de doenças sexualmente transmissíveis (DSTs) e temas relativos à saúde e qualidade de vida.

O grupo apresentou os vírus HIV, herpes e HPV, além das bactérias da sífilis e gonorreia. Distribuição de fôlderes, jogo da memória e roleta de perguntas e respostas também fizeram parte da atividade. Foi utilizada, ainda, uma impressora 3D como mais uma ferramenta de aprendizado. O quiosque percorreu escolas e outros espaços.

Avanço

Em sua terceira edição, o Projeto Santos Jovem Doutor constituiu uma nova maneira de adquirir conhecimento. A plataforma oferecida pela disciplina de Telemedicina da USP possibilitou aos alunos um avanço dentro dos temas selecionados, fazendo com que os jovens participantes tenham se tornado referência em suas unidades escolares promovendo o debate sobre a saúde.

Durante esses três anos, professores e alunos foram capacitados para utilizar as ferramentas educacionais, como computação gráfica, homem virtual, impressora 3D entre outras.

Em 2017, o projeto integra 240 estudantes de 16 unidades do ensino fundamental 2: Avelino da Paz Vieira, Ayrton Senna da Silva, Cidade de Santos, Edméa Ladevig, Florestan Fernandes, Irmão José Genésio, José Carlos de Azevedo Junior, José da Costa e Silva Sobrinho, Judoca Ricardo Sampaio, Lourdes Ortiz, Mário Alcântara, Martins Fontes, Monte Cabrão, Oswaldo Justo, Pedro II e Vinte e Oito de Fevereiro.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

10 de outubro de 2017

Entrevista com Ludmila Halajko Fotógrafa de sucesso

Leia mais

10 de outubro de 2017

Joice Hasselmann diz que sofreu atentado enquanto dormia

Leia mais

10 de outubro de 2017

Crie uma estratégia de marketing de sucesso no Instagram

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.