Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

16 de novembro de 2021

Santos será a primeira cidade do Estado de SP a permitir cães na praia

 | Jornal Acontece

A Prefeitura de Santos sancionou, nesta terça-feira (16), lei complementar que autoriza cães na praia, a partir de 1º de janeiro de 2022, em um projeto-piloto, com área delimitada e uma série de regras (veja abaixo). O Município será o primeiro do Estado de São Paulo que terá praia “pet friendly”.

A Lei Complementar n° 1.140, decorrente do Projeto de Lei Complementar n° 29/2019, de autoria do vereador Adilson Junior e aprovado no último dia 19 de outubro pela Câmara, foi promulgada pelo prefeito Rogério Santos em ato no Salão Nobre do Paço Municipal durante a tarde desta terça-feira (16), com a presença de diversas autoridades e integrantes do Movimento Vai ter Cachorro na Praia.

Uma comissão, coordenada pelo secretário municipal de Governo, Flávio Jordão, e composta por infectologistas, médicos veterinários, representantes de universidades, de movimentos de proteção animal e das secretarias municipais de Saúde, Meio Ambiente e Segurança irá trabalhar para criar as regulamentações que estarão em vigor em 1° de janeiro de 2022. Serão definidos o local do projeto-piloto, os horários em que serão permitidas a presença dos cães e outras medidas.

Vale destacar que neste ano, conforme a legislação municipal vigente, os animais não podem ingressar na faixa de areia, com pena passível de multa ao proprietário e até apreensão do animal.
No País, Rio de Janeiro e Natal já permitem a circulação de cães na praia.

 

PROJETO-PILOTO

O prefeito Rogério Santos destacou que Santos tem a tradição de buscar a convergência dos interesses dos munícipes e que a conduta pioneira no projeto-piloto será um exemplo para todo o País. “Será a primeira cidade que fará uma pesquisa de fato sobre toda divergência que existe quanto à relação do pet estar na praia ou não”.

Uma pesquisa, nos seis primeiros meses com os cães na praia, irá acompanhar a saúde dos animais, a qualidade da areia no local permitido e nos que não são permitidos, e será feito também o monitoramento da água do mar. A Guarda Municipal atuará na orientação e na fiscalização.

 

LOCAL

O local do projeto-piloto, conforme destaca o secretário Flávio Jordão, vai ser definido em conjunto pela comissão. “Já existe a indicação de um local, mas a gente prefere que todos possam se debruçar no tema e que a gente possa escolher o melhor lugar para fazer esse estudo com muita tranquilidade”, disse.

O médico veterinário Eduardo Filetti, um dos integrantes da comissão, ressaltou que será de fundamental importância a boa conduta dos tutores dos animais, limpando as fezes e respeitando as regras de horários para que o projeto-piloto seja um sucesso e a iniciativa se expanda. “Nós queremos que o projeto dê certo”.

 

MOVIMENTO

Uma das representantes do Movimento Vai ter Cachorro na Praia em Santos, Patrícia Camargo, ressaltou no evento que, além dos benefícios aos animais e tutores com a liberação do espaço, Santos deverá ter um incremento do turismo.

“O turismo ‘pet friendly’ tem crescido demais. Recentemente uma pesquisa do Google disse que houve aumento de 238% na busca por locais e hotéis ‘pet friendly’. O site www.hoteis.com também teve 300% de aumento na busca por hotéis que aceitam pets. Inúmeros estudos apontam o aumento do turismo pet friendly e Santos sendo a única praia do Estado e a terceira do Brasil a aceitar, com certeza vai atrair muita gente”, disse.

 

AS REGRAS

Conforme a lei complementar n° 1.140, que acresce o artigo 294-A à Lei n° 3.531, de 16 de abril de 1968, do Código de Posturas dos Municípios, a circulação de cães ficará condicionada à identificação do animal por coleira ou plaqueta própria, constando o nome e o telefone de seu tutor; à carteira de vacinação atualizada; ao comprovante de vermifugação; à presença de seu tutor maior de idade; ao comportamento sociável do animal e a não estar no período de cio ou pré-cio.

O tutor fica obrigado a recolher, imediatamente, as fezes de seu cão e descartá-las em local apropriado, sob pena de multa.

Será permitido o uso dos chuveiros da orla da praia pelos cães na área demarcada para presença dos animais.

O órgão responsável pelo controle de balneabilidade das praias deverá realizar, mensalmente, coleta e análise da qualidade sanitária da areia da área demarcada pelo Poder Público.

O resultado das análises mensais da qualidade sanitária das areias deverá ser divulgado no site oficial da Prefeitura e publicado no Diário Oficial do Município.

 

PROTEÇÃO AOS ANIMAIS

Santos tem uma série de atuações que são referências para defesa e bem-estar animal. O Fundo Municipal de Proteção e Bem-Estar Animal, criado por lei em 2011, é uma dessas medidas. Os recursos arrecadados garantem parte dos serviços prestados, como castração gratuita (4,5 mil castrações por ano) e outros serviços.

A Prefeitura também tem o Programa Minha Escola Respeita os Animais (Mera), em que unidades de ensino são visitadas e o tema bem-estar animal é abordado.

A iniciativa Rolê Animal possibilita às pessoas passearem com cães abrigados na Coordenadoria de Defesa Animal (Codevida), incentivando a adoção. A Aconchego Felino possibilita passar algumas horas com um gato, com o mesmo objetivo, de futuras adoções.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

16 de novembro de 2021

Cidade recebe eventos de Arquitetura e Design a partir de segunda

Leia mais

16 de novembro de 2021

Feira Afro terá produtos autorais, oficinas e apresentações culturais

Leia mais

16 de novembro de 2021

Passeios do Festival do Imigrante prometem viagem no tempo no Centro Histórico

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.