Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

Jornal Acontece

08 de março de 2021

STF derruba condenações de Lula que, agora, pode ser candidato

 | Jornal Acontece

Ontem pesquisa de potencial de votos mostrava Lula à frente, o que já colocava lenha à fogueira na disputa de 2022

O ex presidente Lula recuperou seus direitos políticos e, neste momento pode se candidatar a qualquer cargo eletivo.  O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, acaba de anular todas as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva protagonizadas pelo juiz Sérgio Moro,  na Operação Lava Jato.
A notícia põe ainda mais lenha na fogueira da sucessão presidencial, ano que vem. Ontem, pesquisa de potencial de voto, encomendada pelo jornal O Estado de São Paulo mostrou que Lula supera Jair Bolsonaro em potencial de votos para eleição do ano que vem (50% de votaria ou poderia votar) contra 38% do atual presidente, que também aparece com rejeição maior, na referida pesquisa.
Caso segue
Na prática Fachin reconheceu que a competência para julgar o caso é Justiça Federal do Distrito Federal onde os três casos serão remetidos.
Em 2017 Lula foi condenado nos casos de Guarujá e Atibaia a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro; a pena subiu para 12 anos ao ser confirmada pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região e depois caiu para 8 anos por decisão do STF.
A defesa de Lula, sempre se empenhou em negar as acusações, tentando comprovar na Justiça a suspeição do juiz Moro que, depois de tirar Lula da disputa de 2018, se tornou super ministro do atual presidente Bolsonaro de quem, em pouco tempo, também se tornou desafeto.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

08 de março de 2021

Basquete sobre rodas faz rifa para competir

Leia mais

08 de março de 2021

Santos debate a não privatização do porto com trabalhadores

Leia mais

08 de março de 2021

Instituto e Petrobras entregam 4 mil cestas e vale-gás

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.