Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

11 de fevereiro de 2019

subsídio

Guarujá congela salários dos vereadores

Fixado em R$ 7.580,00 líquidos, desde 2013, o valor do subsídio pago aos 17 vereadores da Câmara Municipal de Guarujá continuará mantido até 2.020. 

O anúncio foi feito pelo presidente Edilson Dias (PT), destacando que a decisão é fruto de um acordo entre os demais vereadores, ocorrido ainda em 2017.
“Logo que assumimos, decidimos, de forma conjunta, que não iríamos, nem aumentar e nem reajustar os nossos subsídios. E esse compromisso agora foi novamente confirmado por todos”, destacou o presidente.

Estrutura
Ainda de acordo com o presidente da Câmara Municipal, o mesmo vale para a estrutura colocada a disposição dos vereadores em seus gabinetes. “Tudo permanece igual, sem qualquer tipo de estrutura extra”, enfatiza.

Hora Extra

Em Guarujá, vereadores não recebem hora extra, bem como não recebem por sessão extraordinária realizada no período ordinário, nem, também, por sessão extraordinária no recesso parlamentar.

Verba de Gabinete

Também não recebem auxilio paletó nem verba de gabinete, pois já têm a disposição estrutura de xerox, telefone, carro com agendamento e material de escritório.

Reembolsos

Desde 2017, a Câmara Municipal de Guarujá também não faz o reembolso de despesas efetuadas por vereadores em atividades externas, tampouco cobre diárias de hospedagens, refeições e participação em congressos.
Aposentadorias- Também não tem aposentadoria especial. Ele contribui com a previdência, uma vez que está vinculado ao RGPS (Regime Geral da Previdência Social) cujo valor de desconto no subsidio é de R$ 608,00 (seiscentos e oito reais), que é o teto máximo de contribuição ao INSS, portanto, está sujeito aos mesmos critérios do trabalhador em geral.
A aposentadoria se dá após 35 anos de contribuição, estando ou não na condição de vereador.

Combustível 
A Câmara não paga combustível a vereadores, nem a assessores. Mantém três carros oficiais, com motoristas à disposição, para atender todos os 17 vereadores
Para fazer uso dos veículos, é preciso agendar com antecedência dia e horário para utilização. O carro só pode ser usado a serviço do mandato. Os custos de gasolina e pedágio são custeados pela Câmara, não havendo cotas de combustível para utilização em carros particulares. Ou seja, o próprio vereador é quem arca com este custo, ao optar pelo uso de carro próprio.

Mais detalhes em: http://novo.camaraguaruja.sp.gov.br/Pagina/Listar/4

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

11 de fevereiro de 2019

Unipar e CCC anunciam finalistas de Concurso de Meio Ambiente em Cubatão

Leia mais

11 de fevereiro de 2019

Usiminas encerra segundo trimestre do ano com resultado recorde

Leia mais

11 de fevereiro de 2019

Unipar investe R$ 3 milhões em projetos que devem impactar mais de 12 mil pessoas

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.