Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

16 de dezembro de 2021

Alerta: aumentam os casos de doenças oculares entre crianças

 | Jornal Acontece

Pequenos problemas de visão podem surgir na infância e adolescência, porém, se não cuidados com a devida atenção, podem evoluir para doenças graves e, em casos extremos, levar à cegueira. Segundo estimativa da Agência Internacional de Prevenção à Cegueira, é possível considerar que no Brasil haja cerca de 26 mil crianças cegas por doenças oculares que poderiam ter sido evitadas ou tratadas precocemente.

 

Os problemas de visão mais comuns são hipermetropia, miopia e astigmatismo – erros refrativos, que impedem a formação do foco das imagens na retina. Esses problemas podem surgir no início da infância, sendo mais comuns a partir dos 4 anos de idade. Quando não são corrigidos, podem prejudicar o desenvolvimento da criança ou adolescente, portanto, quanto mais cedo é feito o diagnóstico, melhor o resultado do tratamento.

 

Uma pesquisa de 2020 realizada pelo Ibope, revela que 34% da população brasileira adulta nunca foi ao oftalmologista. Estudo publicado no JAMA Ophthalmology, divisão do site de pesquisas científicas JAMA Network, revela ainda que, de 2015 a 2020, o número de casos de miopia entre crianças com 7 anos de idade aumentou 200%. O índice é ainda mais alarmante entre crianças com 6 anos, idade em que o diagnóstico da doença cresceu 400% no mesmo período.

 

Algumas iniciativas visam reverter esse cenário promovendo a conscientização e a saúde ocular, sobretudo junto à camada da população com pouco ou nenhum acesso a cuidados oftalmológicos essenciais. Como exemplo, vale citar a campanha “Foco na Infância”, promovida pela multinacional alemã ZEISS. A ação tem como objetivo melhorar a saúde ocular e, consequentemente, a qualidade de vida de crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social por meio da realização de exames oftalmológicos gratuitos, em parceria com a Eyecare Health, e da doação de óculos com lentes personalizadas ZEISS para jovens com idade entre 4 e 17 anos, que vivem em comunidades assistidas pela ONG G10 Favelas.

 

Para participar, os consumidores da marca devem registrar o código do certificado de garantia de seus produtos ZEISS adquiridos entre 6 e 30 de dezembro de 2021 no site da marca (www.zeissnainfancia.com.br). O cadastro do código pode ser realizado até 15 de janeiro de 2022 e cada registro beneficia uma criança.

 

“Acreditamos que a melhor forma de celebrar os 175 anos da ZEISS seja justamente dando nossa contribuição para a melhoria efetiva na qualidade de vida da população de forma geral, com foco na visão, sobretudo em um país onde um terço da população nunca foi ao oftalmologista. Assim, pretendemos ajudar essas crianças a ver um futuro melhor”, ressalta Marcelo Frias, Diretor de Marketing LATAM da ZEISS.

Website: http://www.zeissnainfancia.com.br

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

16 de dezembro de 2021

70% dos casos se concentram em cerca de 200 municípios, mas demais cidades também devem agir

Leia mais

16 de dezembro de 2021

Prazo para regularização é ampliado para 31 de março

Leia mais

16 de dezembro de 2021

Nova CNH começa a ser emitida em junho deste ano

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.