Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

29 de julho de 2019

Ao estilo Hollywood

 | Jornal Acontece

Cia de Dança de Cubatão tem nome gravado na Calçada da Fama

Passarela também tem uma placa com o nome da cubatense Yasmin Mattos gravado

A Cia de Dança de Cubatão escreveu seu nome na história da dança do País, literalmente. Agora a equipe tem o nome gravado na ‘Calçada da Fama’ do Festival de Joinville. A placa fica na rampa de acesso ao Teatro Cau Hansen, no coração da cidade catarinense, no estilo “calçada da fama de Hollywood”. Ao chegar no Festival, o grupo cubatense registrou em fotos, vídeos e nas redes sociais, a alegria de ter o nome ali, ao lado de tantos vencedores. “Incrível ver o nosso nome eternizado neste espaço que representa o que melhor há na Dança no Brasil. Um grande orgulho para Cubatão e para a dança regional”, disse Vanessa Toledo, secretária municipal de Cultura.

Referência na Baixada Santista, a Cia de Dança de Cubatão foi bicampeã de Joinville em 2018 com a coreografia “Além daqui”, entrando para um seleto grupo que conseguiu tal feito em 37 anos de Festival. Cliques da inspirada montagem do coreógrafo de Zeca Rodrigues estavam estampadas em crachás, banners e vários espaços de Joinville este ano. “Isso é emocionante”, afirmou Zeca. A dedicação e amor à arte levou a Cia a muitos caminhos após o bicampeonato, como a participação na competição “Dança de Grupo do Faustão”, na Rede Globo, quando se apresentou em rede nacional. A equipe também participou de apresentações em festivais e integrou a circulação de um espetáculo de dança contemporânea por cidades paulistas.

Este mês, no retorno a Joinville com a vaga já garantida na seletiva, a Cia vai retornar com outros dois troféus: 3º lugar na categoria conjunto jazz sênior com a coreografia “Daquilo que resta”, de Zeca Rodrigues, e outro 3º lugar com o duo de jazz interpretado por Claudionor Alves e Lucas Maia.

Calcada da Fama 2

Duas estrelas na ‘Calçada da Fama’
A cubatense Yasmin Mattos, escolhida Melhor Bailarina do Festival em 2018, também recebeu uma placa de homenagem na ‘calçada da fama’ e não poupou cliques por ali: “Essa foi a foto mais mais esperada de um ano inteiro! Não existem palavras que possam definir essa emoção! Ainda parece um sonho ver meu nome nessa passarela. Participar do Festival ano passado com tantos trabalhos já foi um imenso presente para mim, eu já transbordava de emoção. Receber este prêmio foi realmente um sonho, nunca imaginei ter meu nome aqui, mas é real!!!”. Em 2018, a bailarina foi premiada em todas as coreografias que interpretou: 1º lugar em solo jazz feminino sênior, 2º lugar em solo feminino contemporâneo, 3º lugar em duo contemporâneo sênior ao lado do bailarino Jey Santos, e com o grupo em conjunto jazz.

arte quadrada 10x10

Em 2019, Yasmin retornou a Joinville como convidada. Sobe ao palco do Festival neste sábado (27) . Será uma das grandes atrações da noite no Festival que tem números impressionantes: 220 horas de espetáculos, público total estimado em 200 mil pessoas, duas mil coreografias foram inscritas, além da feira da sapatilha, oficinas, seminários, fóruns e workshops coreográficos.

O nome da Cia de Dança de Cubatão e de uma de suas bailarinas, filha terra, eternizados em um espaço que respira arte, marca um momento mágico na história da dança. E é um incentivo para todos aqueles que ainda subirão a rampa do Teatro Cau Hansen buscando colher os louros da vitória, sem esquecer que pra chegar ali é preciso muito caminhar: “Gratidão pela vida e por todas as conquistas. A dança vive em mim!”, finaliza a jovem bailarina, personificando a busca e o sucesso de tantos.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

29 de julho de 2019

Novo coronavírus

Leia mais

29 de julho de 2019

Combate a Dengue

Leia mais

29 de julho de 2019

Expediente em Cubatão

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.