Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

19 de março de 2018

Audiência do Transporte Público

Licitação para substituir Translider será em abril

Com participação efetiva da população, que pôde interagir com as autoridades, o transporte coletivo foi debatido na última sexta, 16, em audiência pública realizada no Bloco Cultural.
Frota renovada, ônibus com ar condicionado e wi-fi e aplicativo para horário dos ônibus estiveram na pauta da audiência e serão exigidos pela CMT no processo licitatório.
Os ônibus deverão ter idade média de 5 anos e máxima de 10. Metade da frota deve ter menos de 2 anos.

Atualmente a frota opera com 50 veículos. Já no novo modelo, este número sobe para 60 (com mais seis reservas), sendo 29 ônibus básicos, 18 midiônibus e 19 microônibus.
O prazo de concessão é de 15 anos, podendo ser prorrogado por mais cinco, como previsto na Lei Municipal nº 2515/98.
Segundo o superintendente da CMT, dr. Jefferson Cansou, o objetivo da audiência foi pautar o novo modelo para a concessão de acordo com a opinião dos usuários. ‘É imprescindível buscar esta sinergia para que o transporte esteja em conformidade com os anseios da população, que há muito espera pela excelência no setor’, comenta’.

A audiência contou também com a presença do prefeito Ademário Oliveira, que em sua fala comunicou que estão sendo avaliadas denúncias sobre a formação de empresas para venda de permissões de vans. “Este governo é contra aqueles que tentam criar microssistemas empresariais dentro do contrato, como permissionários de serviços de lotação que compram licenças individuais. Quando a Justiça manda corrigir isso, movimentam motoristas e outros trabalhadores para que protestem, dizendo que o governo não quer o serviço. É uma inversão de valores absurda. Não vou trabalhar com inverdades. Tenho grande respeito pelos permissionários do transporte alternativo, tanto que o edital contempla este serviço”, diz o prefeito Ademário de Oliveira.
Participaram da mesa para responder os questionamentos da população, o superintendente da CMT dr. Jefferson Cansou; o presidente da Comissão Permanente de Transporte e Mobilidade Urbana, vereador Roxinho; o diretor operacional da CMT, Sivanildo Olegário e o supervisor de transportes da CMT, Uziel Gonçalves. 

Recentemente o Tribunal de Contas julgou irregular o contrato de concessão da atual concessionária, a Translíder, e a licitação para a contratação de nova empresa será em abril.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

19 de março de 2018

Novo coronavírus

Leia mais

19 de março de 2018

Combate a Dengue

Leia mais

19 de março de 2018

Expediente em Cubatão

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.