Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

10 de agosto de 2018

Inovação

Programa Mind Lab melhora desempenho em sala de aula do Guarujá

Iniciativa consiste na implementação de jogos de raciocínio, em uma metodologia que os alunos poderão utilizá-la no dia a dia

Alunos mais participativos em sala de aula. Esse é um dos reflexos já obtidos na rede municipal de Ensino Fundamental de Guarujá, após a implementação do Programa Mente Inovadora – Mind Lab. A iniciativa é uma ferramenta adquirida pela Prefeitura, por meio da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer (Sedel).

Trata-se de uma metodologia de práticas inovadoras, desenvolvida em sala de aula pelos professores da rede municipal, através de jogos de raciocínio. O objetivo do programa é desenvolver, entre os alunos, as mais variadas habilidades.

Para a sua utilização, um total de 474 professores da rede municipal passou por formações. Desde o último dia 6, esses profissionais já adotam a ferramenta junto aos alunos. São professores de 1° ao 5° ano, além de 30 orientadores de ensino pedagógico das escolas, quatro psicopedagogos e os coordenadores de Ensino Fundamental.

A orientadora pedagógica da EM Angelina Daige, Ilza Benedita Domingues, por exemplo, explica que o uso do material já mostra sinais bastante positivos. “Tínhamos alunos que não interagiam e que agora estão mais participativos, querem opinar, falar, jogar. Também apresentamos o material aos pais, que estão encantados com o Programa”.

Dentre os jogos, os alunos já utilizam a prática do semáforo, a partir dos métodos: parar, pensar e agir. São três conceitos que podem nortear não só a vida escolar, mas também cotidiano dos estudantes. O intuito do Mente Inovadora é promover a interação e reflexão, em situações lúdicas que favorecem o relacionamento interpessoal, comunicação e aprendizado pedagógico, com o desenvolvimento de habilidades sociais, emocionais, cognitivas e éticas de forma integrada.

Além dos alunos, o Mind Lab ainda proporciona uma valorização do professor. “É um conhecimento novo, um jeito diferente de a gente poder trabalhar, e de uma forma mais estratégica. Sem dúvida, um material que contribui para a nossa didática em sala de aula”, contou a professora Sandra Regina Farias Curcci, da Escola Municipal Professor Mário Cerqueira Leite Filho (Perequê)

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

10 de agosto de 2018

Novo coronavírus

Leia mais

10 de agosto de 2018

Combate a Dengue

Leia mais

10 de agosto de 2018

Expediente em Cubatão

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.