Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

20 de setembro de 2019

Merenda Escolar

 | Jornal Acontece

Descaso com a merenda vai parar no MP

A gestão do governo Ademário parece ter perdido também o controle das escolas municipais em Cubatão. Há muito tempo alunos sofrem com falta de aula e unidades estão caindo aos pedaços, por falta de manutenção. Sem vigilância adequada, este ano, as unidades passaram a ser invadidas e; para piorar, agora falta merenda.

toninho vieira

Na redação, Toninho Vieira mostra denúncia feita ao MP

Na tarde desta quinta-feira (19), o vereador Toninho Vieira entrou com uma representação pedindo a intervenção do Ministério Público para assegurar o direito da merenda para as crianças atendidas na rede municipal. O vereador também cobra que o prefeito Ademário e a secretária de Educação Marcia Terras sejam responsabilizados pela negligência.

Toninho Vieira reclama ainda que o governo ‘está escondendo a prestação de contas e ordem de pagamentos da merenda, solicitadas por ele’.

 

Prefeitura diz que não falta merenda…

Segundo nota oficial da Prefeitura enviada ao Jornal ‘ todas as crianças estão sendo alimentadas no turno escolar e nenhuma classe foi, nem será dispensada por falta de merenda.

Segundo a Prefeitura a empresa Torres e Vianna, teria apenas modificado a qualidade dos alimentos e se comprometeu a regularizar o fornecimento correto de alimentos, sendo alertada de possíveis sanções.

merenda

Manifestações de pais indignados se tornaram recorrentes

 

…Pais e prateleiras dizem outra coisa

Depois de receber a informação da Prefeitura, Acontece entrou em contato novamente com pais de alunos, de escolas diferentes, para saber se houve algum equívoco, mas eles reafirmaram, de forma contundente, as denúncias. Eles confirmaram que houve mesmo suspensão de aulas por falta de merenda e que, em várias oportunidades, o que tem não é suficiente para todas as crianças. Na UME Amapá, no Jardim Caraguatá, as crianças passaram a semana com bolacha e arroz.

Controvérsia sobre pagamentos

Nos senadinhos políticos da cidade e nas redes sociais, durante toda a semana, foi forte o burburinho de que o governo municipal estaria tentando ‘quebrar’ a atual empresa para fazer um contrato emergencial com grupo de sua preferênciaAcontece teve acesso a planilhas de consolidação de pagamentos que revelam o pagamento de pouco mais de três milhões à empresa, nos últimos 11 meses, diante de um contrato de anual de oito milhões e meio: a conta não fecha.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

20 de setembro de 2019

Novo coronavírus

Leia mais

20 de setembro de 2019

Combate a Dengue

Leia mais

20 de setembro de 2019

Expediente em Cubatão

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.