Fale com a gente

|

Tempo

Compra: R$

Venda: R$

11 de julho de 2021

O que acontece quando uma pessoa não trata a ansiedade

 | Jornal Acontece

Se sentir ansioso em algumas situações do dia a dia é completamente normal, ao contrário do que muitos pensam, a ansiedade é benéfica em alguns momentos.

Porém, ela se torna um problema no instante em que ela deixa de ser administrável e passa a causar um intenso sofrimento a pessoa.

No post de hoje vamos ver o que pode acontecer se uma pessoa não realizar os tratamentos indicados pelo terapeuta para a ansiedade.

É possível tratar a ansiedade?

De acordo com dados da OMS, o Brasil é o país com o maior número de transtorno de ansiedade, esse é um problema muito comum e que geralmente não damos a devida atenção a ele.

Se não for devidamente tratada, a ansiedade pode se tornar ainda mais perigosa para o paciente. É importante lembrar que ela não tem cura, mas pode ser administrada.

Tipos de tratamento:

Farmacológico

O tratamento com medicamentos pode ser dividido em duas categorias:

  1. Os ansiolíticos são medicamentos psicotrópicos que atuam no sistema nervoso central. Eles ajudam o paciente a relaxar, combatendo a insônia.
  2. Já os antidepressivos atuam auxiliando a aumentar os níveis de serotonina e neurotransmissor, que ajudam a estabilizar as funções de sono e humor.

Lembrando que, os medicamentos só podem ser indicados por um profissional especializado e que saiba exatamente qual tipo é necessário para o seu caso de ansiedade.

Psicoterápico

É por meio desse tratamento que é possível investigar a origem da ansiedade do paciente. Então, o profissional especializado poderá ajudar o paciente com o tratamento mais adequado.

A psicoterapia cognitiva comportamental auxilia o paciente a se conscientizar de seus pensamentos ansiosos e, assim, se desprender do medo. Esse segmento também pode ajudar com as escolhas que o paciente realiza.

Comportamental

Juntar os tratamentos psicoterápicos e farmacológicos com atividades físicas pode auxiliar no processo do controle pela ansiedade.

É importante priorizar atividades que tragam prazer e elas devem ser feitas ao menos três vezes na semana, para ter um bom resultado. A prática constante dos exercícios físicos ajuda a regular a produção de endorfina, um neuro-hormônio responsável pela sensação de bem-estar, além de regular a noradrenalina e a serotonina.

Caso seja diagnosticado com um caso de transtorno de ansiedade mais grave, evitar o consumo de substâncias estimulantes, como o café, cigarro, drogas ilícitas e álcool, pode ajudar no quadro.

O que pode causar a falta de tratamento?

Saber o diagnóstico de transtorno de ansiedade e não realizar um tratamento adequado, pode acabar prejudicando a qualidade e vida e bem-estar do paciente.

Negar o tratamento pode prejudicar também as relações pessoais e profissionais, já que pode ser difícil realizar algumas atividades básicas do dia a dia.

Os quadros de ansiedade sem o tratamento adequado podem levar a algumas complicações futuras. São elas:

  • Uso de álcool e drogas;
  • Depressão;
  • Insônia;
  • Problemas cardíacos;
  • Problemas digestivos ou intestinais
  • Dores de cabeça.

Sintomas físicos e patológicos:

Quando a ansiedade se torna patológica, ela pode apresentar alguns sintomas comuns, mas que podem atrapalhar no dia a dia e outros mais sérios, como por exemplo:

  • Falta de ar / respiração ofegante;
  • Palpitações e dores no peito;
  • Fala acelerada;
  • Sensação de tremor;
  • Roer unhas;
  • Tontura;
  • Sensação de desmaio;
  • Enjoo e vômito;
  • Irritabilidade;
  • Enxaqueca;
  • Boca seca;
  • Hipersensibilidade do paladar;
  • Preocupação excessiva;
  • Dificuldade de concentração;
  • Nervosismo;
  • Medo;
  • Pessimismo;
  • Suor frio;
  • Despersonalização;
  • Desrealização.

Remédios naturais que auxiliam nos sintomas de ansiedade

Como já dito anteriormente, é necessário procurar ajuda profissional para auxiliar no controle da ansiedade. Mas é possível controla-la com alguns métodos mais naturais.

  • Adotar medidas para ter uma boa noite de sono;
  • Meditar;
  • Praticar exercícios físicos com regularidade;
  • Manter uma dieta equilibrada e saudável;
  • Evitar cafeína e álcool;
  • Não fumar.

O nível de ansiedade vai ser avaliado pelo profissional especializado a partir dos sintomas que o paciente apresenta diariamente. Há alguns tipos de sintomas que requerem um tratamento adequado, há pessoas que apresentam sintomas apenas quando expostas a determinadas situações; outras apresentam sintomas mesmo sem algum fator para desencadear a crise; por fim, ainda há um grupo de pessoas que experimentam ansiedade em locais públicos ou com várias pessoas – o que pode ser considerado um quadro mais grave.

Independente do quadro de sua ansiedade, é muito importante procurar por ajuda profissional. Ele irá avaliar o grau de sua necessidade de tratamento, as medidas tomadas para tratar a ansiedade não mudam, geralmente, do quadro mais leve para o mais grave – porém, nos casos mais graves, muitas vezes, é necessário um acompanhamento mais detalhado.

Ter uma boa alimentação, praticar atividades físicas regularmente e a meditação são algumas formas que podem ajudar a lidar com a ansiedade, podendo apresentar bons resultados ao longo do tempo e melhorando a qualidade de vida do paciente.

Já sabemos o que pode acontecer quando uma pessoa não trata a ansiedade, caso você apresente alguns dos sintomas citados acima, buscar por alternativas que ajudem a manter a ansiedade em um nível mais normal é a melhor solução.

A busca por um profissional especializado também é fundamental, apenas o especialista poderá receitar algum tipo de remédio ou auxiliar no tratamento contra a ansiedade.

Acesse o Jornal Acontece e fique informado sobre as principais notícias da baixada santista.

Publicidade
Publicidade
NOTÍCIAS RELACIONADAS

11 de julho de 2021

Atendimento pré-hospitalar com ambulâncias é decisivo para salvar vidas e soluciona 70% dos casos no local

Leia mais

11 de julho de 2021

Vacinas da gripe e covid podem ser aplicadas no mesmo dia

Leia mais

11 de julho de 2021

Implantes dentários resgatam a autoestima e melhoram a qualidade de vida de usuários

Leia mais
Publicidade
Publicidade
Desenvolvido por KBRTEC

Este site usa cookies para personalizar conteúdo e analisar o tráfego do site. Conheça a nossa Política de Cookies e os nossos Termos de Uso.